Reforma da Previdência – Marum diz que governo vai para o “tudo ou nada”

Responsável pela articulação política do governo para conseguir apoio da Câmara dos Deputados à reforma da Previdência, o ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, descartou neste domingo (21) a possibilidade de um novo adiamento da votação da proposta, atualmente prevista para começar no dia 19 de fevereiro. “Não existe essa hipótese”, disse Marun, em entrevista ao Broadcast.

Com a declaração, Marun indica que o governo vai para o “tudo ou nada” na tentativa de aprovar o projeto. Ou seja, se não houver os 308 votos necessários a favor das mudanças na Previdência até o dia 19 de fevereiro, é improvável que novos esforços sejam empreendidos pelo presidente Michel Temer para que a reforma passe em 2018.

Marun se esquivou de pergunta sobre qual é o tamanho do atual apoio dos parlamentares à proposta, dizendo apenas que uma nova contagem será feita entre o fim de janeiro e o início de fevereiro. O presidente da Câmara, Rodrigo (DEM-RJ), tem sido cauteloso em suas declarações. Nesta semana, em Washington, nos Estados Unidos, ele chegou a dizer que a chance de aprovação é encarada “sem nenhum tipo de otimismo”.

O ministro, que está em São Paulo, participou nesta manhã de um culto da Igreja Mundial do Poder de Deus, a convite do pastor Valdemiro Santiago, evento que não estava em sua agenda oficial. Marun disse que falou a mais de 40 mil pessoas sobre a importância de aprovação da reforma da Previdência. “Hoje tive a prova de que as pessoas estão cada vez mais convencidas da necessidade de reformarmos a Previdência”.

(Agência Estado)

Ceará perde para Iguatu em fórmula de campeonato que favorece os “grandes”

O Ceará perdeu para o Iguatu, na tarde deste domingo (21), por 2 a 1, no estádio Morenão, no Centro-Sul do Estado, mas segue entre as seis equipes que disputarão a próxima fase. Arthur abriu o placar para o Vozão, aos 18 minutos do primeiro tempo. Canga empatou aos 47 minutos, enquanto Elanardo, de pênalti, virou o placar para os donos da casa, aos oito minutos da segunda etapa.

Apesar da derrota, em sua segunda partida na competição, o Ceará segue entre as seis equipes que disputarão a próxima fase. Nesta fase, as 10 equipes se enfrentam apenas uma vez. Os seis melhores classificados avançam no campeonato. Na segunda fase, quatro equipes avançam para o mata-mata.

Pelo regulamento, o primeiro colocado da primeira fase não levará nenhuma vantagem para o hexagonal, que também será disputado apenas em jogos de ida.

O líder da primeira fase é o Ferroviário, que neste domingo venceu o Tiradentes, por 2 a 1, no estádio Presidente Vargas. O Ferrão soma duas vitórias e um empate, o mesmo desempenho do Iguatu, mas possui melhor saldo de gols. Floresta, que nesse sábado venceu o Horizonte, por 2 a 1, é o terceiro colocado com cinco pontos, seguido pelo Fortaleza, Ceará e Horizonte, todos com três pontos.

Neste momento, o Fortaleza enfrenta o Maranguape, em sua segunda participação na fase classificatória.

(Foto: Reprodução)

Com Wagner de Bolsonaro, Tasso poderá apelar para Domingão

Da Coluna Alan Neto, no O POVO deste domingo (21):

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) entrou naquela do “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”. Inventou o Capitão Wagner como o “novo”. Tiro no pé. Capitão é Bolsonaro até a medula.

Como o PSDB não tem outro nome que empolgue – a não ser o do Tasso – o jeito é ir atrás do Domingão (ao Palácio da Abolição). Se o palanque do Alckmin for depender do Domingão, está frito e… mal pago.

Ciro diz que torce para que TRF-4 “tenha a força moral de afirmar a inocência de Lula”

Em artigo publicado no Facebook, o ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à Presidência da República, afirma que a justiça brasileira merece o respeito da nação e que torce que o TRF-4 reconheça a inocência de Lula. Confira:

Dia 24 de janeiro é o dia do julgamento da apelação de Lula contra a sentença que o condenou em primeira instância. Torço para que seu recurso seja reconhecido pelo Tribunal Regional, órgão de segunda instância da Justiça Federal, e ele seja declarado inocente.

O Judiciário brasileiro, assim como os outros poderes de nossa frágil República, tem graves defeitos – nunca me abstive de criticá-los – mas imaginá-lo parte orgânica de uma conspiração política ofende a inteligencia média do país e, pior, a consequência inevitável desta constatação teria desdobramentos tão graves que a um democrata e republicano só restaria a insurgência revolucionária. Não creio, definitivamente nisto.

É definitivamente constrangedor e inexplicável que nenhum quadro relevante do PSDB esteja preso apesar de fartas e robustas evidências de seu orgânico e ancestral envolvimento em corrupção. Mas não é irrelevante que estejam presos quadros centrais do PMDB como Eduardo Cunha, Gedel Vieira Lima ou Henrique Alves. E que o próprio presidente Michel Temer tenha sido chamado pela Justiça a responder por seus atos de corrupção, embora impedida, a mesma justiça, de prosseguir na apuração, pelo poder politico subornado.

O que quero dizer nesta hora crítica é que, apesar de seus graves problemas, a Justiça brasileira ainda deve merecer o respeito institucional da nação. O oposto é a baderna, a anarquia e, evidentemente, a violência.

Que o Tribunal Regional de Porto Alegre compreenda a transcendência de sua decisão! Que, independentemente de pressões legítimas ou espúrias, afirme a JUSTIÇA! Que tenha a força moral de afirmar a inocência de Lula no processo em questão, se como eu, não vislumbrar clara sua culpa.

Que dê evidências incontestáveis de sua culpa, caso assim entenda, de maneira que a qualquer do povo não reste duvidas e, assim, possa a Nação afirmar como o injustiçado alemão: há juízes em Berlim. E, apesar de tudo, também no nosso sofrido Brasil.

Quer fazer especialização em Processo Civil?

A Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec) estará com inscrições abertas para o curso de Especialização em Processo Civil. As inscrições começa nesta segunda-feira (22) e vão até 4 de fevereiro. Estão sendo ofertadas 50 vagas (cinco delas reservadas a pessoas com deficiência), destinadas a magistrados e servidores do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e ao público em geral.

O curso, reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação do Ceará (CEE), terá novo formato, diferentemente das quatro últimas edições da pós-graduação lato sensu em Processo Civil ofertadas pela Esmec. A carga horária agora será de 360 h/a, as disciplinas terão 20 h/a e as aulas serão mensais (numa quinta e sexta-feira).

A lista com os nomes dos candidatos que obtiveram suas inscrições deferidas será publicada no site da Esmec, no dia 7 de fevereiro. O processo seletivo consta de três etapas: prova escrita (eliminatória), que será realizada no dia 19 de fevereiro; análise de currículo; e análise do histórico acadêmico.

O investimento total no curso é de R$ 7.600,00, podendo o candidato optar por pagar uma matrícula de R$ 400,00 e mais 18 parcelas sucessivas, de igual valor. Magistrados e servidores do TJCE que comprovarem esta condição poderão requerer bolsa de estudos de até 100% no momento da inscrição, por meio de requerimento dirigido à Direção da Esmec, no Formulário de Inscrição, vantagem não extensiva aos familiares e dependentes, como forma de estímulo à sua qualificação profissional e acadêmica.

Inscrições

Os candidatos devem enviar o Formulário de Inscrição para o e-mail esmec.inscricao@tjce.jus.br, devidamente preenchido e assinado, anexando-se cópias autenticadas dos seguintes documentos: identidade, diploma de bacharel em Direito (ou comprovante idôneo que o substitua), histórico acadêmico do curso de graduação em Direito e currículo atualizado (modelo Esmec) com os documentos que comprovem as informações apresentadas. Devem também anexar foto 3×4 recente e, no caso exclusivo do público externo, comprovante de pagamento da taxa de inscrição (escaneado e autenticado) no valor de R$ 100,00.

Comunidades distantes da sede de Trairi receberão veículos para transporte de pacientes

A população mais carente de Trairi, no Norte do Ceará, a 137 quilômetros de Fortaleza, receberá nos próximos meses dois veículos, tipo ambulância, para o transporte adequado de pacientes que residem em comunidades mais distantes da sede do município.

A garantia é do deputado estadual Audic Mota (PMDB), que destinou emenda parlamentar para Trairi, no valor de R$ 220 mil, ao atender solicitação do prefeito Marcos Prado (PSDB).

Segundo o parlamentar, o primeiro veículo de remoção simples será entregue em breve, enquanto o do tipo furgão se encontra em processo de aquisição.

(Foto: Divulgação)

Lula percorrerá a Região Sul a partir de março para defender candidatura

Às vésperas do julgamento que pode selar o destino de Lula nas eleições deste ano, o PT fechou roteiro de nova caravana para o ex-presidente, desta vez na região Sul. A informação é da Coluna Painel, da Folha e São Paulo dese domingo.

O périplo começará em março e será carregado de simbolismos. O petista vai largar da cidade de São Borja (RS), onde está o túmulo de Getúlio Vargas, o “pai dos pobres”. Fará atos pelo interior em municípios que têm foco na agricultura familiar e encerrará em Curitiba, berço da Lava Jato, na Boca Maldita.

Na passagem pelos três Estados da região, o PT pretende realizar um encontro de Lula com José Mujica, ex-presidente do Uruguai.

Aliados de Lula têm dito, em análises sobre o cenário da disputa presidencial, que não veem chances de um outro nome de centro despontar como opção ao governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP).

(Foto – Folhapress)

MPCE vai investigar responsáveis pelo grupo que atacou jovem no Benfica

O procurador-geral de Justiça do Ceará, Plácido Rios, determinou ao Núcleo de Investigação Criminal (NUINC), do Ministério Público do Estado, sob a coordenação do promotor de Justiça Humberto Ibiapina, que instaure procedimento de investigação criminal para apurar crimes de intolerância que estariam sendo praticados por integrantes de supostos grupos de skinhead. Um deles foi acusado de agredir um estudante no bairro Benfica, na noite da última quinta-feira. A informação é da assessoria de imprensa do MPCE.

Além da recente agressão aparentemente por razões de intolerância, o Ministério Público Estadual ainda aprofundará investigações em face de reiteradas postagens em redes sociais que vem se repetindo há algum tempo no Estado fazendo apologia ao antissemitismo, discriminação e preconceito étnico e sexual, crimes previstos na Lei 7.716/89.

“O MPCE investigará cabalmente todas as condutas que venham a amoldar-se aos conhecidos ‘crimes de ódio’. Lamentável que nossa sociedade ainda tenha que conviver com isso. Repugnante que um ser humano desrespeite ou atente contra a vida ou liberdade de outrem em razão de preconceito ou intolerância sexual, étnico racial ou religiosa. Tais fatos precisam ser investigados com absoluta prioridade e, caso venham a ser confirmados, os responsáveis precisam ser punidos com rigor. Não deixaremos que nenhuma conduta dessa natureza fique impune em nosso Estado. Temos certeza que a SSPDS e o Poder Judiciário estão igualmente imbuídos dos mesmos propósitos”, destaca Plácido Rios.

Pomba da paz não levanta voo e constrange votos de papa Francisco por dias melhores

Definitivamente, a pomba branca da paz não se afina com o papa Francisco. Mal o líder da Igreja Católica superou o trágico destino de uma pombinha branca atacada no ar por uma outra ave, em cerimônia no Vaticano, eis que mais uma pomba se recusou a voar, nesse sábado (20), em Lima, no Peru, após ser jogada por Francisco. A ave foi resgatada do chão por outros integrantes da Igreja para, enfim, voar. Para alívio dos presentes, sem ataque de predadores. A pomba da paz, atacada nos céus do Vaticano, também havia se recusado a voar.

Em Lima, o papa rezou pelos doentes e também agradeceu a presença dos fiéis. “Muito obrigado por virem me cumprimentar, antes de entrar cumprimentei todos os irmãos que estão doentes, agora todos nós vamos olhar para eles e vamos rezar por eles”, disse.

(Com Agências / Foto: Diario La República)

Governo Temer gastou R$ 50 milhões com cartão corporativo em 2017

Apesar de o governo apresentar um rombo fiscal de R$ 159 bilhões para este ano, algumas despesas não saem despercebidas nas contas públicas. Os gastos do governo federal com cartão corporativo, por exemplo, somaram quase R$ 50 milhões em 2017. Os dispêndios, liderados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, não são transparentes para a sociedade. A informação é do site Contas Abertas.

Os desembolsos do Ministério da Justiça e suas unidades gestoras atingiram R$ 12,1 milhões, isto é, cerca de 24% do total. Vale ressaltar que quase a totalidade dos recursos (98,6%) foi desembolsada de maneira secreta, de forma que não se sabe o que efetivamente foi comprado.

Além das informações protegidas por sigilo, nos termos da legislação, “para garantia da segurança da sociedade e do Estado”, outra parte significativa dos valores desembolsados também fica desconhecida. Isso porque o Ministério da Justiça, assim como outras Pastas, realiza saques por meio dos cartões. Nessa forma de gasto também não é possível identificar o destinos dos recursos.

A maior parcela dos gastos foi desembolsada pela Coordenação de Administração da Diretoria de Administração e Logística Policial do Departamento de Polícia Federal: R$ 2,9 milhões. A Superintendência Regional no Estado de São Paulo utilizou outros R$ 1 milhão. Mesmo não estando ocupado, a Superintendência Regional no Estado do Amazonas  foi responsável por mais R$ 871 mil em cartões corporativos.

Órgãos

A Presidência da República fechou o ano passado em segundo lugar no ranking dos órgãos que mais gastam pelo cartão. Em 2017, o desembolso da Pasta atingiu a marca de quase  R$ 12 milhões. Vinculado ao órgão, a Agência Brasileira de Inteligência foi a que mais usufruiu do cartão, com R$ 5,3 milhões creditados.

Assim como acontece com o Ministério da Justiça, é praticamente impossível saber ao que foram destinados os gastos do Presidência, já que quase a totalidade da verba foi declarada como secreta. Cerca de R$ 10,7 milhões, ou seja, quase 90% dos desembolsos foram protegidos por sigilo, nos termos da legislação, para garantia da segurança da sociedade e do Estado.

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão é o terceiro maior usuário do cartão corporativo (R$ 8,3 milhões). E, em quarto lugar, está o Ministério da Educação, com gastos que chegam a R$ 5,8 milhões, seguido pela Pasta da Defesa, que desembolsou R$ 3,2 milhão por meio do recurso.

Os dados levantados pela Contas Abertas contabilizam os montantes pagos entre janeiro e dezembro, disponíveis no Portal da Transparência do Governo Federal.

Diminuição

Apesar da soma expressiva, os valores desembolsados em 2017, quando comparados com os de 2016, sofreram pequena redução. Nos nove primeiros meses do exercício passado, R$ 52 milhões foram pagos por meio do “dinheiro de plástico”. O montante é 4% maior do que o aplicado neste ano.

O pré-carnaval e o direito dos moradores

Em artigo enviado ao Blog, o conselheiro da Comissão Federal de Anistia do Ministério da Justiça, Mário Miranda de Albuquerque, reclama da falta de sinalização durante a realização do pré-carnaval. Confira:

É um absurdo o que está acontecendo aos moradores e seus familiares residentes nas ruas do entorno onde acontecem as apresentações de blocos nesse pré-carnaval em Fortaleza. O elementar direito de ir e vir está sendo flagrantemente violado, com o bloqueio das ruas pela AMC.

Simplesmente, moradores e familiares não conseguem entrar (sair ainda é possível, com enormes dificuldades). Tome-se o exemplo da rua Gonçalves Ledo, entre a Monsenhor Tabosa e a Tenente Benévolo, imediações do Mercado dos Pinhões. O acesso que normalmente é feito pela Monsenhor Tabosa está bloqueado e não há qualquer placa indicativa orientando como seria o acesso.

Por dois sábados consecutivos, vi frustrada a visita à minha mãe idosa e doente. A gente é jogado, por intuição, pois não há placa de orientação, como afirmado, a buscar uma saída pelo lado da praia da Monsenhor Tabosa, e o resultado é que fica-se perdido no meio do verdadeiro labirinto de ruelas e becos existentes nesse setor. Um absurdo.

Assim como eu, outros membros da família passaram pelo mesmo tormento e frustração e é de se supor que outras famílias residentes nesse trecho da rua Gonçalves Ledo também.

Apela-se medidas saneadoras do problema por parte das autoridades municipais e quiçá do Ministério Público. É possível que o mesmo esteja ocorrendo em outras áreas da cidade. Imagine em caso de emergência por doença.

Um domingo de chuva no Ceará em 33 municípios

Choveu, neste domingo, até o fim da manhã, em 33 municípios cearenses, de acordo com boletim da Funceme. Confira as 10 maiores precipitações:

Ocara (Posto: Serragem) : 60.0 mm

Morada Nova (Posto: Aruaru) : 43.0 mm

General Sampaio (Posto: General Sampaio) : 42.0 mm

Tabuleiro Do Norte (Posto: Tabuleiro Do Norte) : 36.4 mm

Iracema (Posto: Açude Figueiredo) : 35.0 mm

Alto Santo (Posto: Caraubas) : 31.0 mm

Coreaú (Posto: Ubauna) : 27.6 mm

Cedro (Posto: Ematerce) : 25.0 mm

Monsenhor Tabosa (Posto: Monsenhor Tabosa) : 19.8 mm

Guaramiranga (Posto: Guaramiranga) : 19.5 mm.

Nesta segunda-feira, o governador Camilo Santana (PT), ao lado dos secretários dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, e do Desenvolvimento Rural, Dedé Teixeira, e do presidente da Funceme, Eduardo Sávio, divulgará o primeiro prognóstico sobre inverno no Ceará.

O ato ocorrerá a partir das 9 horas, no Palácio da Abolição.

Exportação de cachaça cresceu 8,6% em 2017

A exportação de cachaça em 2017 cresceu 8,6% ante o ano anterior, de acordo com dados do Ministério da Indústria e Comércio. Segundo informa o colunista Lauro Jardim, do O Globo, foram 8,9 milhões de litros exportados no ano passado.

Renderam US$ 15,8 milhões aos seus produtores.

Quem mais importou a pinga brasileira? O Paraguai (2 milhões de litros), seguido da Alemanha (1,8 milhão) e dos EUA (862 mil).

Cariri recebe subsede da Adepol-CE

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE) inaugurou, neste fim de semana, em Juazeiro do Norte, a subsede da instituição no Cariri. O escritório atenderá demandas de autoridades policiais de 45 municípios e deverá reunir cerca de 70 delegados.

“A Adepol Cariri significa um avanço para a classe de delegados do Estado do Ceará, haja vista que estamos sendo vanguardistas nessa questão, visto que, em termos de outras carreiras jurídicas do Estado, estruturalmente estamos à frente de outras entidades representativas que ainda não instalaram sedes no interior”, destacou o delegado Milton Castelo Filho, presidente da Adepol/CE.

Além dos delegados lotados nas respectivas cidades que compreendem os limites da região do Cariri e áreas próximas, a cerimonia também foi acompanhada por juízes, membros da OAB-CE, prefeitos de Barbalha e Juazeiro do Norte e pelo chefe de gabinete do Governo do Estado, Fernando Santana.

(Foto – Divulgação)

CBF quer instalar biometria nos estádios para reforçar segurança

Arena Castelão

Por medida de segurança, a CBF vai pedir a implementação de sistema biométrico em todos os estádios do Brasil. Dono da Arena da Baixada e de uma torcida com histórico de violência, o Atlético Paranaense saiu na frente e aderiu à medida.

No Paraná, o sistema de controle e acesso é todo feito pela empresa de tecnologia Imply, que já iniciou a operação no estádio Beira Rio, do Internacional, e foi sondada para adotar o procedimento em arenas paulistas.

(Veja)

Decisão do STJ ajuda na tramitação da reforma da Previdência, diz líder do governo

O líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) disse que a suspensão, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), da decisão que impedia a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho dará tranquilidade para que o governo avance nas conversas com os partidos para a aprovação da reforma da Previdência.

O deputado afirmou que a discussão sobre o tema não deve ser ideológica e que é preciso prevalecer as necessidades pelas quais passa o país no sentido de fazer os ajustes nas suas contas.

Para Ribeiro, a suspensão da decisão da 4ª Vara Federal de Niterói que impedia a posse de Cristiane como ministra é o “restabelecimento daquilo que já havia sido definido anteriormente”. Ele disse que, com a decisão do STJ, haverá “tranquilidade para que possamos para avançar nas conversas com os partidos para a reforma da Previdência”.

“Vamos aprofundar o debate com os partidos para se criar o ambiente que já está começando a desmistificar as inverdades que se falavam contra a reforma da Previdência”, acrescentou o líder do governo em entrevista após reunião com o presidente Michel Temer e ministros no Palácio da Alvorada, nesse sábado (20).

Por meio de nota, o STJ informou que, ao analisar o caso de Cristiane Brasil durante o recesso forense, o ministro Humberto Martins concordou com os argumentos da Advocacia-Geral da União (AGU) “no sentido de que condenações em processos trabalhistas não impedem a deputada de assumir o cargo, já que não há nenhum dispositivo legal com essa determinação”.

(Agência Brasil)

Deu a louca no site da Caixa e Quina apresenta mais de 8,8 mil ganhadores

Apostadores das loterias da Caixa Econômica Federal, que costumam conferir seus jogos pelo site da da Caixa, correm o risco de jogar fora fortunas ou o dinheiro de prêmios em faixas inferiores.

É que há meses o site não consegue igualar as datas dos testes com o número dos sorteios. É comum o apostador conferir o número do sorteio com outra data.

Neste domingo (21), a trapalhada chegou ao cúmulo de apontar mais de 8,8 mil ganhadores no concurso 4.586 da Quina, quando na realidade o prêmio ficou acumulado em R$ 3,8 milhões para esta segunda-feira (22), apesar da Caixa apontar que o teste 4.587 correrá neste domingo.

Os números sorteados na noite desse sábado foram: 07132930 e 56. Se a informação da Caixa estivesse correta, sobre a grande quantidade de ganhadores, cada “sortudo” levaria a quantia de R$ 345,44.

Já o concurso 2.006 da Mega-Sena, realizado na noite desse sábado – e não na sexta-feira (19), conforme informa o site da Caixa -, acumulou em R$ 20 milhões. Os números sorteados foram: 0109142025 e 54. De acordo com a Caixa, o próximo sorteio seria na terça-feira (23), mas deverá ocorrer na quarta-feira (24).

Trump não negociará sobre imigração enquanto durar paralisação do governo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não negociará sobre imigração – como exige a oposição democrata – até que acabe a paralisação do governo federal, que deixou de funcionar parcialmente a partir da primeira hora desse sábado (20) pela falta de acordo no Congresso para aprovar um orçamento federal, informou a Casa Branca.

“O presidente não negociará sobre uma reforma migratória até que os democratas deixem de fazer jogos e reabram o governo”, afirmou a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders.

Segundo a porta-voz, Trump está sendo informado regularmente sobre a situação por membros de seu governo e do Congresso, onde a Câmara dos Representantes e o Senado se reúnem hoje na tentativa de buscar uma saída para a crise.

Trump falou besse sábado com o presidente da Câmara, o republicano Paul Ryan, e o líder da maioria conservadora no Senado, Mitch McConnell.

“Estamos comprometidos em garantir a proteção do povo americano, especialmente das nossas grandes Forças Armadas e das crianças mais vulneráveis”, acrescentou a porta-voz presidencial.

O comunicado foi emitido depois que Trump acusou horas antes a oposição democrata de provocar a paralisação parcial do governo, logo no dia em que ele completa seu primeiro ano no poder.

O Senado não aprovou na sexta-feira (19) os novos recursos necessários para financiar o governo, provocando uma paralisação parcial do Executivo de Donald Trump, deixando suas atividades indefinidas a partir desse sábado.

A proposta apresentada pelos republicanos, que a Câmara conseguiu aprovar na quinta-feira (18), dotava o governo de fundos até 16 de fevereiro, prolongando assim o prazo de negociação entre democratas e republicanos para o orçamento definitivo.

Os democratas, no entanto, condicionaram o seu apoio ao projeto orçamentário de Trump a que os republicanos regularizassem os cerca de 800 mil jovens imigrantes irregulares conhecidos como dreamers (sonhadores), que chegaram ao país durante a infância.

(Agência Brasil)

Democracia ao pé da forca

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (21):

Quarta-feira próxima, 24, o Brasil viverá um dos momentos mais emblemáticos de sua história política pós-ditadura de 1964. Será a definição para onde penderá o País, diante do impasse surgido entre as forças que comandaram o golpe parlamentar-jurídico-midiático de 2016 e a resistência democrática, em busca de recuperar o que foi demolido, em termos de direitos, garantias e legitimidade, e de recolocar as instituições sob o prisma da soberania popular.

Essa batalha estará personificada no julgamento da sentença condenatória de Lula pelo juiz Sérgio Moro, considerada (junto com todo o processo) uma aberração jurídica, por mais de 600 juristas, nacionais e estrangeiros. E isso, tanto pela falta de provas objetivas – como exige o Direito Penal – como por estar, segundo eles, contaminada pela parcialidade do jogo político e disputa pelo poder.

Analistas veem prevalecer no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, a oportunidade de se revisar a condenação de Lula. Pelo perfil ideológico de seus membros, bem como por manifestações prévias dos mesmos, não se tem muita esperança de que o aspecto jurídico vá prevalecer frente ao político – segundo alguns especialistas.

(Foto – Estadão)