Blog do Eliomar

GIM COM GELO – ARGELLO ASSUME SENADO COM LARGA FOLHA CORRIDA

“Tem senador novo no primeiro dia de funcionamento do Congresso depois do recesso de julho. Chama-se Gim Argelo, é do PTB do Distrito Federal e assumiu a vaga de senador com a renúncia de Joaquim Roriz, (PMDB) ameaçado de cassação. Argello chega ao Senado com uma folha corrida respeitável, conforme levantamento de Carol Pires, jornalista e colaboradora deste blog.

* 2001- Deputado distrital, foi acusado de ter recebido 300 lotes de presente de uma família de grileiros para ajudar na aprovação de lei que regularizaria o condomínio Alto da Boa Vista, em Vicente Pires, Distrito Federal. O autor da denúncia foi o empresário Márcio Passos, irmão do deputado distrital Pedro Passos, preso em maio último pela Operação Navalha da Polícia Federal.
* 2002 – Suspeito de causar prejuízo de R$ 1,7 milhões à Câmara Legislativa mediante a assinatura de um contrato de aluguel de computadores e impressoras. O assunto está em análise no Tribunal de Contas da União.
* 2003 – Acusado de ter pago R$ 20 mil por propaganda eleitoral irregular.
* 2005 – Conforme registros contábeis da SMP&B, do empresário Marcos Valério, um dos pais do mensalão, a agência arcou com as despesos de Argelo e de outro deputado distrital, Benício Tavares (PMDB), durante uma viagem que ambos fizeram à Belo Horizonte. A SMP&B tinha contrato de publicidade com a Câmara no valor de R$ 10 milhões.
* 2007 – Envolveu-se em negociações com Zuleido Veras, dono da empreiteira Gautama, no processo de licitação para a construção da barragem do Rio Preto, em Brasília. Zuleido foi preso em maio último durante a Operação Navalha da Polícia Federal.
* 2007 – O Ministério Público tem fortes indícios da participação de Argello no caso do cheque de R$ 2,2 milhões dado por Nenê Constantino, dono da GOL, ao então senador Roriz.
Em 1998, o valor do patrimônio declarado por Argello à Justiça Eleitoral foi de R$ 432 mil. Em 2002, saltou para R$ 806.129,3. Em 2006, caiu para R$ 805.625,09. Argello se orgulha de ser um bom corretor de imóveis. E repele a acusação de que levou vantagem ao ajudar a aprovar na Câmara leis que mudaram a destinação de lotes e o gabarito de prédios.”

(Do Blog do Noblat)