Blog do Eliomar

ESCRITOR NILTON MACIEL LANÇA “CARNAVALHA: SURREALISMO E CARNAVALIZAÇÃO””

“O romance agrada o leitor a partir do trabalho gráfico apurado (o mesmo do livro anterior: a coletânea de contos ´A leste da morte´ (2006)) até a extensão dos capítulos, sempre curtos e nominados. A história se passa na cidade de Palma, no Ceará, espaço (imaginário) recorrente em livros anteriores, e o leitor fica suspenso no questionamento: a rotina foi modificada pela festa momina ou a cidade é um antro de loucos, que vivem o ´carnaval´ permanentemente? Afinal, como diz o Zuza: ´A cidade é cheia da fantasias. O Carnaval é o cotidiano´ (p.147). A narração faz desfilar uma galeria de personagens que surgem, desaparecem e ressurgem como num desfile de carnaval; o ritmo constante e denso dá a impressão da passagem ´tumultuada´ de blocos carnavalescos, que é o que constitui, de certa forma, cada capítulo. O discurso do narrador, em 3ª pessoa, predominantemente no pretérito imperfeito do indicativo, um tempo que expressa um fato passado contínuo, coloca o leitor diante de acontecimentos passados, mas de incerta localização no tempo: tudo se passou e parece estar ainda se passando. A idéia de simultaneidade está presente, sobretudo, na quinta parte, quando os capítulos enfocam especialmente um personagem (ou um par), o que é reiterado pela alternância de vozes: o narrador fala e faz ecoar a voz dos personagens, por meio da mistura contínua dos discursos indireto e indireto livre.”

Vamos nós: Conhecemos Nilton Maciel de perto. Talentoso, simples e um verdadeiro professor para nós quando de nossa adolescência. Nilton nos ajudou a decidir enveredar pelo jornalismo.

Leia mais aqui