Blog do Eliomar

JUSTIÇA ABRE PROCESSO CONTRA ENVOLVIDOS EM SUPOSTO GRUPO DE EXTERMÍNIO

Ex-chefe do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel Carlos Alberto Serra, e mais oito PMs acusados de integrar um grupo de extermínio vão responder na Justiça acusações de assassinato e formação de quadrilha.
Nesta segunda-feira, a imprensa teve acesso a gravações telefônicas feitas com autorização da Justiça com vários diálogos travados entre PMs e que resultaram no assassinato do marceneiro Rogério Cadneias. Um outro atingid conseguiu sobreviver e está engajado ao programa de proteção a vítimas da violência. O coronel Serra responderá em liberdade. O delegado que responde pelas investigações é Fábio Facó.

(TV Verdes Mares)