Blog do Eliomar

DIRETOR-GERAL DA ABIN DEFENDE SIGILO NA CPI MISTA DOS CARTÕES

“O diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Paulo Lacerda, defendeu nesta quarta-feira em depoimento à CPI mista dos Cartões a manutenção do sigilo dos gastos com cartões corporativos da presidência da República. “O presidente da República do Brasil não há de ser diferente do presidente da República de nenhum outro país. O sigilo é absolutamente necessário”, afirmou. Lacerda fez uma longa defesa do sigilo dos gastos como mecanismo de segurança do presidente e sua família, assim como fez ontem o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Jorge Félix. Para defender o sigilo, o diretor da Abin chegou a citar até a ex-candidata à Presidência da Colômbia Ingrid Bittencourt, que foi seqüestrada durante a campanha pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia. “Até mesmo a segurança dos candidatos há de ser criteriosa, rigorosa”. Lacerda disse que não se pode correr o risco de abrir os gastos da Presidência. “Os gastos não podem criar uma vulnerabilidade por uma eventual prestação de contas”.Ele destacou que os gastos sigilosos passam por auditoria do Tribunal de Contas da União. “Os gastos são submetidos a órgãos competentes, torna-los públicos que é o problema”.

(Portal G1)