Blog do Eliomar

Cid resistiria a nome do PT para o Senado, avaliam aliados

cidd

“Desde abril, em reunião do diretório estadual cearense, o PT oficializou intenção de ter candidato próprio ao Senado, sem cogitar perder a vaga do vice-governador, já ocupada pelo partido. Embora não haja ainda nenhum pré-candidato já lançado, nomes como Ilário Marques, atual presidente da sigla no Estado; José Pimentel, ministro da Previdência e deputado licenciado; e até a prefeita Luizianne Lins já foram cotados para o posto.

Garantir a vaga para o Senado na coligação, com o apoio de Cid Gomes (PSB), não é tão simples quanto aprovar uma resolução em um encontro. Por já ocupar a vaga de vice, o PT deverá permanecer apenas com este posto na grande aliança, segundo interlocutores do governador Cid Gomes em partidos aliados.

O POVO apurou que, em conversa com líderes do PMDB, PP e PR, o governador declarou que as suas únicas certezas seriam de manter o PT na vice e Eunício Oliveira (PMDB) como candidato ao Senado. “Ele não chegou a dizer que o PT não teria a vaga para o Senado, mas deixou isso insinuado”, declarou um dos participantes do encontro.

Não há muitas definições a respeito da segunda vaga para o Senado dentro da coligação. Fontes dentro do PSDB confiam que a tendência é que a base cidista não apresente um segundo nome. A lacuna seria, na prática, um apoio informal à reeleição do senador tucano Tasso Jereissati. Já haveria entendimentos como governador nessa direção.

Da parte de Tasso Jereissati, não haveria resistência ao acordo velado. Em 2002, o tucano já fechou aliança branca com Patrícia Saboya (PDT), mesmo impedido pela regra da verticalização, então em vigor. Na época Patrícia era candidata do PPS e não podia fazer coligação com o PSDB, pois ambos os partidos possuíam candidatos à Presidência: José Serra (PSDB) e Ciro Gomes (PPS).

Da parte do PT, porém, ter candidato ao Senado não se trata apenas de desejo, mas uma deliberação nacional de garantir uma base forte para o Senado para a próxima legislatura.

* Do Jornal O POVO deste domingo aqui.