Blog do Eliomar

Caravana de ministros visita o Ceará nesta 4ª feira

A Assessoria de Imprensa do Palácio Iracema informou, neste fim de tarde de terça-feira, que sete ministros de Estado estarão em Fortaleza nesta quarta-feira. Com o governador Cid Gomes (PSB), eles participarão de três ações do interesse do Estado. 

Dilma Roussef, a ministra-chefe da Casa Civil, avaliará o andamento das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) durante reunião, pela manhã, no Centro de Treinamento do BNB, no Passaré, e conferirá à tarde a assinatura do memorando de entendimento para a implantação da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), bem como visitará o Complexo Habitacional Maravilha, obra da Prefeitura de Fortaleza.

Ainda no período da tarde, no Palácio Iracema, o governador participará com o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, do ato de lançamento da II Conferência Internacional sobre Clima, Sustentabilidade e Desenvolvimento em Regiões Semiáridas (ICID + 18). Nesse evento, a participarão dos ministros Márcio Fortes (Cidades), Geddel Vieira (Integração Nacional), José Pimentel (Previdência Social), e os ministros interinos de Minas e Energia, Márcio Zimmerman, e da Secretaria Especial dos Portos, Augusto Wagner Padilha; além do secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio.

(Com site do Governo do Ceará)

DETALHE – A ICID + 18 ocorrerá em Fortaleza em agosto do ano que vem, devendo trazer delegações de mais de 20 países.

DETALHE 2 – O diretor-geral do Dnit, Luiz Pagot, também cumprirá agenda em Fortaleza nesta quarta-feira, autorizando a retomada das obras de conclusão da pontes do rio Cocó e lançando um pacote de obras de restauração de BRs, informa o titular do Dnit estadual, Guedes Ceará. “Serão 518 quilômetros para restaurar, no valor de R$ 92 milhões”, acrescenta.

DETALHE 3 – A restauraçaõ da BR-304, área de Aracati, foi resultado de emenda do deputado federal José Airton (PT). Já a retomada da ponte do rio Cocó foi possível porque a obra entrou no PAC numa articulação política de Marcelo Teixeira (PR), Leo Alcântara (PR) e José Airton (PT).