Blog do Eliomar

Cristina Kirchner tenta intimidar jornal Clarín

“O Grupo Clarín, maior holding de mídia da Argentina, foi alvo nesta quinta-feira, 10, de uma operação da Associação Federal de Ingressos Públicos (AFIP, equivalente a Receita Federal) do governo de Cristina Kirchner. Entre 180 e 200 fiscais do órgão tiveram acesso ao edifício onde funcionam as redações dos jornais Clarín, Olé e La Razón.

Segundo o grupo, trata-se de uma “operação de intimidação”, após denúncia publica na edição desta quinta-feira, que dava conta que, por decisão da ONNCA, foram pagos mais 10 milhões de pesos em subsídios a uma empresa que estava em condição irregular, sem licença para funcionar. De acordo com a reportagem, o próprio órgão concedeu a empresa uma “matrícula provisória” após os subsídios.”

Leia mais em Cristina aperta o cerco e envia fiscais à redação do Clarín 

Leia também Un batallón de inspectores

(Com Blog do Noblat)