Blog do Eliomar

"O PT só deve romper com Cid se ele apoiar Serra", defende Auto Filho

“O PT só deve romper com Cid se ele apoiar o Serra”, defendeu, nesta tarde de terça-feira, o secretário da Cultura do Ceará, Francisco Auto Filho, ao ser entrevistado pelo jornalista Renato Abreu para o programa “Questão de Ordem”, da TV Assembleia (Canal 30). O programa vai ao ar logo mais a partir das 19h40min.

Em sua análise sobre o momento atual no País e no Ceará, o secretário, um dos fundadores do PT no Ceará e conhecido como um dos mentores políticos da prefeita Luizianne Lins (PT), de quem já foi um de seus secretários na primeira gestão, não dispensou: para ele, o governador Cid Gomes (PSB) é hoje “o maior eleitor no Estado e quem não tiver o apoio dele não ganha para o Senado. Seja quem for.”

Sobre a tese de um rompimento do PT com PSB de Cid Gomes, descartou, observando que isso só ocorreria se o governador apoiasse o presidenciável José Serra (PSDB), tese totalmente descartada na sua avaliação.

Auto Filho observou que Cid Gomes tem feito um governo voltado para o crescimento do Estado e que, dentro dessa visão, conquistou apoios de vários segmentos. Por conta disso, fez crescer seu prestigio e força política. O secretário reiterou: o fundamental é garantir palanque pró-Dilma Rouseff, o que significa, de forma concreta, ajudar a manter o projeto do presidente Lula.

VAMOS NÓS – Isso abre brcha para o que muitos petistas temem: um possível apoio cidista à reeleição do tucano Tasso Jereissati, aquele que, conforme o governador, é o “maior político vivo do Ceara´”.