Blog do Eliomar

Lúcio: Ausência de Cid em inauguração de comitê pró-Diloma é "afronta" a Luizianne

147 1

“O candidato ao Governo Lúcio Alcântara (PR) classificou a ausência de Cid Gomes (PSB) na inauguração do comitê cearense de Dilma Rousseff (PT), no último dia 6, como “uma espécie de afronta” à coordenadora da campanha petista à Presidência e presidente da sigla no Ceará, Luizianne Lins. Apesar de ter anunciado que iria à inauguração, o próprio Lúcio acabou não indo, na última hora.

“Vejo nesse comportamento do governador (Cid Gomes) uma forma de prejudicar a candidatura da Dilma aqui no Ceará”, diz Lúcio. As declarações foram ditas ontem, enquanto fazia campanha pela Avenida Gomes de Matos, no Montese.

Também ausente na inauguração do comitê, Lúcio alegou não ter ido para “não agravar mais o problema” entre Cid e Luizianne. Ele enviou como representante o prefeito de Maracanaú e coordenador-geral de sua campanha, Roberto Pessoa. Na ocasião, Pessoa declarou à imprensa que “Lúcio é o único que apoia Dilma desde o começo. Os outros são carreiristas”.

Na ocasião, o secretário das Cidades do Governo Cid, Joaquim Cartaxo (PT), no palanque, comentou com o vereador Acrísio Sena (PT) a participação de Pessoa no comício: “Esse homem não vai fazer discurso não, né?”. Pessoa não fez uso do microfone.

Antes do início da campanha, Lúcio chegou a se reunir com Luizianne e a direção do PT para tratar da campanha de Dilma no Ceará. Lúcio afirmou que o PR é “talvez o mais fiel ao presidente Lula”, mas o PPS do vice que compõe sua chapa, Cláudio Vale, faz oposição à candidata do PT à Presidência.

Entre tapas e beijos

A tensão entre Cid e Luizianne aumentou com a formação da chapa majoritária de apoio à candidatura de Cid ao Palácio Iracema. Luizianne exigia que o vice e um dos candidatos ao Senado fossem do PT. O partido, contudo, ficou apenas com um candidato ao Senado, José Pimentel. A vice foi entregue ao PMDB (Domingos Filho).

Mesmo integrando a chapa de Cid, Luizianne até agora não se engajou na campanha dele.

A relação de Luizianne com o clã Ferreira Gomes já estava abalada de contendas anteriores. Em 2008, o irmão de Cid, Ciro Gomes (PSB), apoiou a principal adversária de Luizianne na sucessão municipal, sua ex-mulher Patrícia Saboya (PDT). Em campanha, declarou que Luizianne havia se transformado em uma “coronelzinha de saia” e que Fortaleza parecia “um puteiro a céu aberto”.

Na última sexta-feira, 6, Ciro foi pessoalmente ao encontro de Luizianne, na casa dela, para reatar a relação, esquecer os percalços e reforçar a campanha à reeleição de Cid.”

(O POVO)