Arquivos anuais: 2011

PSDB inicia encontro com lideranças em Fortaleza

O PSDB iniciou neste fim de semana, no Serviluz, uma série de encontros com lideranças tucanas em Fortaleza. O evento foi coordenado pelo vereador Plácido Filho e contou com as presenças do presidente municipal do partido, Fernando Façanha, do vice-presidente Paulo Angelim, do deputado Carlos Matos, além de lideranças e representantes da comunidade.

“Esse encontro é o primeiro de uma série que faremos em Fortaleza. Com isso estamos discutindo com as comunidades os reais problemas e as possíveis soluções que o nosso partido poderá apresentar. O PSDB vive um novo momento de reconstrução do seu programa, de renovação e, em Fortaleza, estamos alinhados nesse mesmo pensamento”, disse Fernando Façanha.

Plácido Filho discutiu as prioridades do bairro, ao apontar que a falta de emprego deve ser combatida como forma de reduzir as desigualdades sociais. “Precisamos capacitar os jovens para o futuro e esse é um dos nossos desafios”, comentou.

(Foto: Divulgação)

Lula faz “sarrada no ar” com a juventude do PT

Um passo de funk, conhecido como “sarrada no ar”, marcou o encontro do ex-presidente Lula com a juventude do PT, neste fim de semana, durante o IV Festival da Juventude, em Cruz das Almas, na Bahia.

Lula cumpre agenda no Nordeste e se encontra neste domingo (20) em Sergipe.

Temer terá encontro com presidente do Paraguai nesta segunda-feira

Os presidentes do Brasil, Michel Temer, e do Paraguai, Horacio Cartes, reúnem-se amanhã (21), em Brasília, e discutem temas como a relação econômica entre os dois países, segurança na região de fronteira, a crise na Venezuela e a eliminação de barreiras ao comércio no Mercosul.

No encontro, Temer e Cartes vão avaliar os resultados das recentes operações conjuntas de combate ao crime organizado, de acordo com o porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola.

Brasil e Paraguai tem 1.300 quilômetros de fronteira. Outro tema que deve ser tratado pelos presidentes é a usina hidrelétrica de Itaipu, que abastece os dois países.

Mercosul

Em relação ao Mercosul, a previsão é de que, além da questão sobre barreiras ao comércio, os presidentes abordem as negociações sobre a celebração de um acordo comercial entre o bloco e a União Europeia. O Brasil está na presidência temporária do Mercosul e o Paraguai será o próximo país a assumir o posto, no primeiro semestre de 2018.

Pela manhã, Temer recebe o presidente do Paraguai no Palácio do Planalto. Em seguida, oferece um almoço no Itamaraty a Cartes e a delegação paraguaia. Como parte da visita de Estado, Horacio Cartes será recebido na Câmara dos Deputados, no Senado e no Supremo Tribunal Federal.

Relação comercial

O Brasil é o principal parceiro comercial do Paraguai. Absorve cerca de 20% do total das exportações paraguaias e fornece aproximadamente 25% de suas importações. Entre os principais produtos exportados pelo Brasil estão adubos e fertilizantes, cervejas, fumo, fungicidas e ladrilhos/cerâmica. Já entre os importados estão o milho, trigo, material elétrico e soja.

Em 2016, o intercâmbio bilateral alcançou US$ 3,4 bilhões. Nos sete primeiros meses de 2017, o intercâmbio bilateral chegou a US$ 2,1 bilhões, o que representa alta de 19% em relação ao mesmo período do ano passado.

(Agência Brasil)

Polícia espanhola continua busca por terrorista foragido após atentados

A Polícia Autônoma da Catalunha (“Mossos d’Esquadra”) realizaram nesta madrugada várias buscas em dois povoados da região para localizar Younes Abouyaaqoub, um dos terroristas foragidos após os atentados de Barcelona e Cambrils, que causaram 14 mortos.

Fontes da investigação explicaram que os “Mossos” montaram uma grande operação na região de Manlleu, nas imediações da localidade de Vic, onde foi encontrada uma das três vans supostamente alugadas pela célula terrorista para cometer atentados.

Aparentemente, Younes, de 22 anos e que morava em outra localidade catalã, Ripoll, frequentava Manlleu, pelo que a operação policial se concentrou nesse município da província de Barcelona e nos arredores, devido à possibilidade de que algum conhecido tenha oferecido refúgio ao terrorista.

A mãe de Younes participou ontem de uma manifestação na praça da Câmara municipal de Ripoll em repulsa aos atentados e pediu a seu filho que se entregue à Polícia, mas disse não acreditar que ele fosse membro da célula terrorista.

Uma prima do foragido, identificada como Fátima Abouyaaqoud, mostrou estar convencida de que foi o ímã da localidade de Ripoll, Abdelbaki es Satty, que manipulou seu parente e os demais jovens da localidade supostamente envolvidos nos atentados e os radicalizou.

Os investigadores revistaram ontem a casa do ímã em Ripoll em busca de indícios sobre os atentados e de provas que permitissem comprovar se o religioso, que está desaparecido, é um dos mortos na casa de Alcanar, província de Tarragona, que explodiu na última quarta-feira (16).

A casa era utilizada pela célula para preparar explosivos e nela foram encontrados restos biológicos de três pessoas, segundo fontes da investigação, além de material utilizado habitualmente pelo terrorismo jihadista.

De forma paralela, os “Mossos” procuram três veículos relacionados com os atentados, segundo informaram à EFE fontes da luta antiterrorista.

(Agência Brasil)

Janot vai deixar para Raquel Dodge a homologação da delação da OAS

O planejamento da equipe do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, prevê que, daqui até o fim de seu mandato, seja fechado o acordo com os delatores da OAS. Mas só fechado.

Segundo informa o colunista Lauro Jardim, do O Globo, neste domingo, a tendência é que não haja tempo suficiente para colher nenhum depoimento dos executivos.

Essa parte e o pedido de homologação serão missões para sua substituta na PGR, Raquel Dodge.

Lúcio Alcântara cita nomes ao Palácio da Abolição, mas o “candidato tem que aceitar o desafio”

Os senadores Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB), Domingos Filho, presidente do TCM em extinção, e o deputado estadual Capitão Wagner (PR) são os principais nomes da oposição ao Governo do Ceará, nas eleições do próximo ano.

A lista passada para o Blog é do presidente estadual do PR, Lúcio Alcântara.

“Mas o candidato tem que aceitar o desafio”, condicionou o ex-governador, que acredita que a falta de “aceno” dos postulantes seja reflexo da indefinição da Reforma Política.

Morre Jerry Lewis

Morreu neste domingo (20) o comediante e ator Jerry Lewis, aos 91 anos, que nos últimos meses sofria de problemas pulmonares e dor crônica nas costas. Há relatos que ele também sofria paradas cardíacas.

Jerry Lewis participou de cerca de 45 filmes de comédia, em cinco décadas, desde que ganhou fama ainda nos anos 1950.

(Com agências)

Previdência gasta R$ 56 bi por ano com fraudes e erros, diz TCU

Do O Globo, deste domingo:

O Brasil é um país em que ricos fingem ser pobres, presidiários reconhecem a paternidade de filhos de mulheres que nunca viram, crianças recebem licença-maternidade, bebês indígenas são adotados e esquecidos em suas tribos, homens assassinam esposas fictícias e ciganos mudam de identidade como trocam de cidade. O Brasil é um país que paga por tudo isso. E a conta imposta por tanta “criatividade” à Previdência Social é alta. Uma fatura maior que o governo supunha: pode chegar a R$ 56 bilhões por ano. Ao cruzar dados de uma força-tarefa — formada por Secretaria de Previdência, Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal e os ministérios do Trabalho e do Desenvolvimento Social — e pedir uma análise de especialistas, o Tribunal de Contas da União (TCU) chegou à conclusão de que a “percepção de irregularidades” é que um, em cada dez benefícios, é pago com erros ou por fraude.

Com um rombo recorde previsto para este ano, a Previdência é considerada um empecilho para o Brasil voltar a crescer. Em 2017, devem faltar R$ 185,8 bilhões para fechar a conta. Sem fraudes e erros, esse déficit poderia ser 30% menor. No entanto, a fiscalização, apesar dos avanços obtidos nos últimos anos, ainda está bem longe de conseguir impedir tudo o que desfalca o sistema de aposentadorias e benefícios assistenciais do país.

Essas fraudes e erros ocorrem no momento em que a sociedade se confronta com o dilema de reformar a Previdência, ou começar a cortar despesas em áreas essenciais. Tudo porque falta dinheiro. Mas foram as contribuições pagas pelos brasileiros que bancaram a luxuosa jornada de uma família de ciganos pelo país. O ponto de partida foi uma das áreas mais pobres do Brasil: o Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. De cidadezinha em cidadezinha, eles requisitaram uma coleção de certidões de nascimento tardias. Com elas, conseguiram vários benefícios, entre eles, aposentadorias rurais. A pobreza dos lugares por onde o grupo passou contrastava com as caminhonetes de luxo usadas para trilhar o caminho. Foram presos em Sergipe. Os 11 parentes foram condenados por estelionato contra a Previdência.

*Leia mais aqui.

 

Ato da campanha Doria em Fortaleza e um Tasso meio afastado

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (20):

Foi um clássico e típico evento de político em pré-campanha presidencial. No alto das dunas da Praia do Futuro, o azul do mar ao fundo, o nome João Doria em letras garrafais estampadas com o verde e amarelo da bandeira figurava o pátio que antecedia a entrada do salão onde o encontro ocorreu. Sol a pino. Por trás das letras, pose para fotos. Doria sozinho. Tasso com Doria. Doria com Geraldo Luciano. Doria com Beto Studart. Doria com os empresários que bancaram o evento. Lá dentro, no ar-condicionado, cerca de 300 convidados em pé, à espera, servidos com acepipes e bebidas. O convite dizia “blazer sem gravata”, um uniforme bem doriano.

Nas conversas dos espectadores (jornalistas, empresários, profissionais liberais), os temas proeminentes eram negócios, economia brasileira, candidatura Doria e o polêmico programa do PSDB na TV que havia ido ao ar na noite anterior. Esse último ponto gerando muitas opiniões controversas.

Começa o evento. Mesas redondas, pratos postos com uma entrada e serviço de bebidas. O microfone é aberto. Beto Studart, presidente da Fiec, o primeiro a falar. Tratou Dória como fato consumado na linha: é candidato e será eleito. Com fala de improviso, dirigiu-se ao prefeito de São Paulo para lembrar que o Ceará precisará de políticas públicas para combater as desigualdades.

Na sequência, o presidente da CDL, Severino Ramalho Neto, leu seu discurso. Procurou ser sóbrio e politicamente amplo. Deu boas vindas ao convidado, porém gastou mais saliva elogiando Tasso Jereissati. Sobrou loas para Camilo Santana e Roberto Cláudio. Jogou todos em um só balaio e os denominou de “inovadores”. Como quem diz: meu santo mercadinho é de todos. O ralo prato principal já começara a ser servido.

Chegou a vez da fala de João Dória. Alguém me perguntou: “Ué, o Tasso não vai falar não?”. Pois é, o anfitrião mais importante do correligionário paulistano se recolheu em seu lugar à mesa. Não falou. Pelo visto, o presidente nacional interino do PSDB não quis se comprometer a fundo com o encontro meticulosamente preparado para ser um ato de campanha presidencial.

O silêncio do senador Tasso e seus comentários protocolares dirigidos aos jornalistas podem ser vistos como um sinal de que Geraldo Alckmin, o governador de São Paulo, é um dos únicos tucanos de bico grosso que apoia o conteúdo do polêmico e criticado programa do PSDB na TV. Tasso, sentado estava, sentado, ficou. Ao lado dele, o executivo (já será tucano?) Geraldo Luciano.

A essa altura, é provável que a maioria dos leitores já conheça o teor do discurso do prefeito de São Paulo na tarde de sexta-feira, em Fortaleza. Afinal, toda a imprensa lá estava e fez os registros mais apimentados. Logo depois do evento, o portal do O POVO já trazia trecho que também foi reproduzido pelo jornalismo on line Brasil a fora: “Sem-vergonha, preguiçoso, mentiroso e covarde… Aprenda de vez que o Brasil não é seu. Venha aqui disputar eleição, com quem estiver, porque você vai perder. O Brasil das pessoas de bem saberá dar uma resposta nas urnas”, disse o prefeito acerca de Lula, seu alvo preferencial.

O evento recebeu o gracioso batismo de “I Fórum Empresarial de Gestão”. Balela. Foi política do começo ao fim.

Instituto Atlântico desenvolve tecnologia contra insegurança nas ruas e paradas de ônibus

O Instituto Atlântico vai reunir parceiros e clientes nesta segunda e terça-feira, no espaço FB Ideias da Faculdade Farias Brito, para demonstrar como desenvolver produtos inovadores e com agilidade. A iniciativa faz parte do projeto Tomorrow Lab, que utiliza metodologias de trabalho com tecnologias usadas pela Google – design thinking e design sprint, – e desenvolvimento ágil, para identificar um problema do cliente e apresentar uma solução, de modo rápido.

Na ocasião, a equipe do Atlântico irá demonstrar como desenvolver uma ferramenta tecnológica que ajude cidadãos a lidar melhor com o problema da insegurança. A ferramenta terá como desafio minimizar os problemas de insegurança em paradas de ônibus, locais públicos, ruas em geral. O desenho da ideia será entregue à equipe de desenvolvedores da tecnologia que, em sete dias, entregará uma ferramenta em protótipo e já com algumas funcionalidades para ser usada pela comunidade, com acesso livre.

Conduzem a iniciativa o gerente de Inovação, Luiz Alves, a gerente de Projetos Niedja Mendonça Cavalcante, o coordenador de Tecnologia Lobo Junior e Adriana Fontenele, UX design, que trata de desenhar a experiência do usuário. Como resultados de realizações anteriores do projeto do Tomorrow Lab foram gerados alguns produtos tais como Multkids, um aplicativo para acompanhamento de crianças obesas, e o Visão, aplicativo voltado para a indústria, que possibilita enxergar o funcionamento das máquinas de todo o chão de fábrica e gerar gráficos num Dashboard com indicadores de desempenho.

Vão participar do Tomorrow Lab da próxima semana, na segunda e terça-feira (dias 21 e 22), representantes das organizações Schineider, Enel, Rede de Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT), Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) e alunos da Faculdade Farias Brito, parceira do Instituto Atlântico no evento.

(Foto – Divulgação)

Motorista cearense só entende educação no trânsito quando sofre no bolso

Na foto, motorista para o veículo na faixa de velocidade para negociar produto com vendedor ambulante, no bairro Otávio Bonfim

Da Coluna Bric à Brac, no O POVO deste domingo (20), pela jornalista Inês Aparecida:

Ainda bem que a AMC voltou atrás e não mais multará quem passa em sinal vermelho de madrugada. AMC fez bem em tomar a decisão, porque ante a violência da cidade, não se pode vacilar.

Mas a gulosa AMC e seu instinto arrecadador pode satisfazer a volúpia de faturar cobrando multas de outras maneiras. Sabe-se que são fáceis de aplicar e muito lucrativas as infrações flagradas por fotossensores, pelas câmeras de vídeo monitoramento, mas há outras formas de fiscalizar e multar. Daria mais trabalho, pois os agentes teriam de circular pela cidade sob o sol quente, suando o uniforme. No entanto, acredito, seria bem mais rendoso do que multar o infrator da madrugada.

Algumas sugestões: que os agentes passem a fiscalizar o que acontece nas ruas do Centro da cidade onde se vê de tudo (menos a AMC). É um prato cheio para multas.

Que deem umas voltinhas pelos bairros Dionísio Torres, de Fátima, Aldeota e Meireles e vejam como estão estacionados os veículos, sem deixar a distância mínima das esquinas. As leis do trânsito, em qualquer circunstância, devem ser respeitadas. Errou, tem de sofrer a punição correspondente, porque o nível do motorista cearense só “entende” educação no trânsito quando sofre no bolso.

Em tempo: uma passadinha pela rua Ana Bilhar, entre Frei Mansueto e av. Virgílio Távora, será também uma fonte rendosa de multas.

“Trem Bala” conseguiu arrancar vários lides de Camilo

Da Coluna do Abidoral, do O POVO deste domingo

O “Trem Bala” (TVC e TV O POVO) virou trem político na semana passada, quando o maquinista Alan Neto recebeu o governador Camilo Santana para sua famosa “Cadeira Elétrica” de entrevistas. Camilo se saiu bem.

A turma do circo de horrores do Alan conseguiu arrancar dele algo quase impossível: vários lides.

(Foto – Divulgação)

Tempo de plantar

Em artigo no O POVO deste domingo (20), o economista Cláudio Ferreira Lima destaca o primeiro plano de longo prazo, que será lançado pelo Governo do Ceará. Confira:

Como deverá ser o Ceará daqui a 10, 20 ou 30 anos? A resposta virá com o Ceará 2050, nosso primeiro plano de longo prazo, que breve será lançado pelo governo.

Quando me entendi, o sonho dourado era a energia de Paulo Afonso, que, em 1961, chegou ao Cariri. Junto com ela, a região ganhou, fruto de convênio entre a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade da Califórnia (UCLA), o projeto Asimow de desenvolvimento industrial. Criado por Morris Asimow e institucionalizado em 1964 como Programa Universitário de Desenvolvimento Industrial (Pudine), foi replicado em Sobral (1966). Os resultados, nos dois casos, ficaram, porém, longe do esperado.

Foi o I Plameg (1963-1966), do governo Virgílio Távora, que, de fato, inaugurou a era do planejamento no Estado. Assim, com a energia de Paulo Afonso em Fortaleza (1965) e os incentivos da Sudene (1961), promoveu a industrialização. E mais: criou a primeira Secretaria de Cultura do País. O II Plameg (1979-1983) implantou o Fundo de Desenvolvimento Industrial (FDI) e tornou o ramo de confecções destaque nacional.

O Plaic (1967-1971), de Plácido Castelo, criou o Seproce, hoje Etice; o Plagec, de César Cals (1971-1975), a Funceme e a Emcetur; o Plandece (1975-1979), de Adauto Bezerra, o Nutec; e o Planed (1983-1987), de Gonzaga Mota, a Urca e estadualizou a UVA.

Os “governos das mudanças” legaram ajuste fiscal, queda da mortalidade infantil, Secretaria da Ciência e Tecnologia, Centro Dragão do Mar, Secretaria dos Recursos Hídricos, energias renováveis, autossuficiência energética, novo Aeroporto Internacional Pinto Martins, Complexo do Pecém, indústrias no Interior e água e energia no meio rural.

Os últimos governos e o atual avançaram na gestão fiscal, na educação formal e tecnológica, no ensino médio em tempo integral (como política de Estado), bem como nas áreas hídrica, ambiental e da mineração; ampliaram a infraestrutura física e digital e os equipamentos de saúde, segurança e turismo; viabilizaram o polo de saúde e, com a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), a ZPE; e alargaram os horizontes das energias renováveis e do Complexo do Pecém.

Evoluímos muito, mas ainda não seremos em 2020, como queria o Pacto de Cooperação (1991), “uma sociedade solidária e plural com igualdade de oportunidades”.

Mas há em curso ideias transformadoras em gestão, nos recursos hídricos, na agropecuária, nas energias renováveis, no Complexo do Pecém, na educação, na saúde, no turismo e nas economias do mar, da cultura e do conhecimento.

Na construção participativa do Ceará 2050, será tempo de plantar mais ideias transformadoras para se enfrentar com êxito os sete grandes desafios do Estado, retratados nos sete Cearás do atual governo: da Gestão Democrática por Resultados, Acolhedor, de Oportunidades, Sustentável, do Conhecimento, Saudável e Pacífico.

Paulinho da Força diz que apoiará Lula se ele sair candidato

Paulinho da Força mandou um recado a Lula: se ele for candidato a presidente, o sindicalista vai apoiá-lo. Será a primeira vez que ambos estarão do mesmo lado numa campanha.

A informação é da Coluna Radar da Veja Online, neste domingo.

Eleições 2018 – Acrísio acredita que PT e PDT marcharão juntos no Ceará e em termos nacionais

O presidente do PT em Fortaleza, vereador Acrísio Sena, acredita que o partido marchará com o PDT e com o PCdoB nas eleições do próximo ano, tanto para as disputas ao Palácio da Abolição, como ainda ao Palácio do Planalto.

No Ceará, Acrísio avalia que o PT estaria contemplado na chapa majoritária com a candidatura à reeleição de Camilo Santana, o que disponibilizaria as duas vagas ao Senado para os aliados.

Apesar disso, o vereador afirma que é preciso aguardar os trâmites da Reforma Política, que poderá mudar os rumos das coligações partidárias já a partir do próximo ano.

Fortaleza demite técnico Bonamigo

No dia seguinte após a derrota por 2×0 para o Sampaio Corrêa, pela Série C do Brasileiro, o Fortaleza anunciou a saída do técnico Paulo Bonamigo. Em seu site oficial, o Tricolor agradeceu o trabalho realizado pelo treinador na equipe.

Bonamigo deixa o clube após 3 meses de trabalho. Ele assumiu o comando do time no início de maio e dirigiu a equipe nos 15 jogos da Terceirona, com 6 vitórias, 5 empates e 4 derrotas, obtendo um aproveitamento de 51,1%. A Fortaleza vinha de uma série de 3 partidas sem vitória e ocupava o terceiro lugar do grupo A.

A diretoria do Fortaleza ainda não definiu o substituto para o cargo. O time retorna para a Capital neste domingo, com reapresentacão marcada para segunda-feira, dia 20. O Tricolor volta a campo no próximo domingo, dia 27, as 19h15min, contra o CSA, na Arena Castelão.

Confira a nota divulgada no site do Fortaleza: 

O Fortaleza Esporte Clube comunica e oficializa o desligamento do treinador Paulo Bonamigo do comando técnico do clube.

Agradecemos os serviços prestados e desejamos sorte ao treinador. A diretoria deve anunciar em breve o novo técnico.

.

Temer sugere que Aécio reassuma PSDB e que Tasso seja afastado do comando do partido

Incomodado com as críticas do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), o presidente Michel Temer teria sugerido na noite da sexta-feira (18), em encontro com o também senador tucano Aécio Neves (MG), que o parlamentar mineiro reassuma o controle do PSDB, como forma de afastar Tasso.

Segundo matéria no Jornal Nacional, na noite desse sábado (19), a estratégia de Temer seria o esvaziamento do grupo político de Tasso. O presidente interino do PSDB possui o apoio do ex-presidente FHC, do governador paulista Geraldo Alckmin e do prefeito de São Paulo, João Doria, além da ala jovem tucana.

Temer também se mostrou incomodado com a última propaganda política do PSDB, exibido na noite da quinta-feira (17), que trouxe um posicionamento contrário à atual gestão no Palácio do Planalto.

Alckmin defendeu o tom crítico na propaganda tucana e disse que “ninguém está feliz com a política brasileira hoje”. Já o prefeito João Doria defendeu a permanência de Tasso à frente do PSDB e ressaltou a trajetória política do tucano cearense.

(Foto: Reprodução)

Fôlego eleitoral – Camilo participa da II Corrida das Escolas Públicas Estaduais

Com fôlego para as disputas das eleições do próximo ano, o governador Camilo Santana (PT) participou, na manhã deste domingo (20), na Beira Mar, da II Corrida das Escolas Públicas Estaduais, que reuniu cerca de oito mil participantes. A atividade esportiva faz parte do projeto AoGosto do Aluno, desenvolvido pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), em comemoração ao Mês do Estudante.

Entre os competidores estavam cerca de sete mil alunos e mil educadores, representantes de todas as escolas da rede pública estadual de ensino. Os estudantes que atingiram as primeiras colocações, nas categorias feminina e masculina, ganharão viagens para participar de corridas em outros estados, além de premiações coletivas.

No dia 31 deste mês, será realizada a final do II Festival Alunos que Inspiram, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. O evento dará espaço às atividades artísticas desenvolvidas nas escolas, destacando o talento e a criatividade dos estudantes. Na edição deste ano, serão contempladas seis expressões artísticas: artes visuais, música, literatura, audiovisual, dança e teatro.

(Foto: Divulgação)

PF e PM apreendem aeronave com 25 quilos de cocaína em Camocim

Três pessoas foram presas e um avião carregando cerca de 25 kg de cocaína foi apreendido, nessa noite de sábado, na cidade de Camocim (Litoral Oeste). A prisão e a apreensão foram feitas pela Polícia Federal. eA ação contou com o apoio da Polícia Miltiar do Estado.
De acordo com a assessoria de comunicação da PF, a ação começou após o departamento de inteligência repassar coordenadas de um avião que teria vindo do estado do Pará para a PM.
Os presos foram conduzidos para a sede da Superintendência Regional da Policia Federal no Ceará, onde serão autuados em flagrante. A droga apreendida também está sendo encaminhada foi encaminhada. A informação é da assessoria de comunicação da PF.