Blog do Eliomar

Solidariedade ao Newton Freitas

162 2

O jornalista e radialista Paulo Limaverde manda artigo para o Blog. Ele destaca, em meio à intervenção decretada pelo Banco Central na Oboé Financeira, a figura de Newton Freitas. Confira: 

Conheço o Newton Freitas há muitos anos e por extensão o irmão dele, o jornalista Padua Lopes, a quem tenho um salto apreço desde os tempos em que trabalhamos juntos nos Diários e Emissoras Associados. Acompanho a trajetória profissional do Newton na área econômico- financeira e sempre o tive como exemplo de obstinação e abnegação no que faz. Ele transformou a Oboé numa expresa enxuta e respeitada, valorizou as coisas da terra como ninguém e soube ser sempre uma criatura humilde e leal aos amigos e funcionários.

O que mais me chamou sempre atenção foi o empenho do Newton em apoiar as letras e as artes no Ceará. Quantos não lançaram seus livros através da Oboé? Quantos não devem ao Newton a oportunidade de reunir seus amigos em torno de uma pequena produção literária? Francamente, eu não sei os critérios do Banco Central quando resolve intervir numa instituição tão cearense quanto a Oboé….

Não sou economista e, nem tampouco, jornalista que cobre o tal setor, mas acredito que existam coisas mais sérias no mundo financeiro que devem ser reprimidas pelo BC, ao invés de fazer caçadas a empresas regionais e, no caso especifico, à Oboé que tanto bem tem feito ao Ceará e à sua cultura.

Acredito, firmemente, no que o Newton Freitas diz em sua nota aos amigos publicadas nos jornais de hoje e neste Blog. E não poderia ser diferente, pois me considero um dos amigos dele e amigo só presta quando chega junto.

* Paulo Limaverde, jornalista e radialista.