Blog do Eliomar

Arquivos

TCU – Câmara dos Deputados escolhe novo conselheiro

“A Câmara dos Deputados escolhe hoje, em votação secreta, o novo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). A reta final da campanha foi marcada pela movimentação ostensiva da cúpula do PSB e de integrantes do governo de Pernambuco, que abandonaram Recife e montaram uma espécie de QG (quartel general) em Brasília para trabalhar a candidatura da líder do PSB, deputada Ana Arraes (PE).

Além do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PE), há dois meses em campanha aberta para eleger a mãe, também estavam pedindo votos em Brasília o vice-governador João Lyra e secretários de Estado.

Foi neste cenário que a Comissão de Finanças e Tributação aprovou os nomes dos sete postulantes à vaga de ministro. A despeito disso a disputa está polarizada entre Ana Arraes e o ex-presidente da Câmara Aldo Rebelo (PC do B-SP).”

"Escândalo dos Banheiros" – TCE exonera supostos "fantasmas"

71 2

“Após ter sido atingido pelo escândalo dos banheiros, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) agora é suspeito de ter abrigado funcionários fantasmas, todos nomeados em 2010, durante a gestão do presidente afastado Teodorico Menezes. Pelo menos cinco comissionados ou terceirizados foram demitidos pelo atual chefe da Corte, Valdomiro Távora. “Eles vinham trabalhar, mas não sei com que frequência”, justificou. Nos bastidores, a informação é de que alguns sequer compareciam ao TCE.

Na lista de exonerações, aparece até a vice-prefeita do Eusébio, Alexandra Targino Sá, indicada em março de 2010 para o gabinete de Teodorico. De acordo com a Procuradoria de Crimes Contra a Administração Pública (Procap), ela não poderia acumular funções no Executivo e no Tribunal. O POVO tentou encontrá-la através do prefeito Acilon Gonçalves (PSB), mas ele disse não ter número de telefone da peemedebista.

Além dos cinco exonerados por possíveis falhas no cumprimento da carga horária, também perdeu o emprego a então psicóloga do TCE, Monique Castelo Branco, que é esposa de um dos pivôs do escândalo dos banheiros: Fábio Castelo Branco, ex-funcionário da Secretaria das Cidades, responsável por liberar o dinheiro que deveria ter sido usado na construção de kits sanitários no Interior.

“Eu relutei, pois disseram que ela era boa funcionária. Mas antes que surgisse mais alguma coisa…”, explicou Valdomiro, referindo-se à necessidade de “moralização” da Corte. O POVO apurou que outros exonerados possuem vínculo direto ou indireto com personagens citados no escândalo dos banheiros.

Três demitidas aparecem no rol de doadores de campanha do deputado estadual Téo Menezes (PSDB) em 2010 – que é filho de Teodorico, que as nomeou no ano passado. Além de Monique (com R$ 2 mil doados), Tânia Chaves Araripe colaborou com R$ 10 mil e Maria José Castelo Branco fez a doação de R$ 3 mil.”

(O POVO)

Operação da PF apreende mais de R$ 700 mil em eletrônicos no Ceará

“A Polícia Federal (PF) desencadeou a Operação “Canal Vermelho II” no Ceará e em outros quatro estados. O trabalho culminou no cumprimento de 31 mandados de busca e apreensão e cinco de prisões temporárias. Além do Ceará, a ação conjunta da PF com a Receita Federal foi realizada no Paraná, Distrito Federal, Minas Gerais e São Paulo.

O trabalho de ontem foi um desdobramento da “Canal Vermelho I”, quando, em agosto do ano passado, o iraniano Farhad Marvizi, 47, acusado de mandar matar 11 pessoas em Fortaleza, foi preso. Ele ainda é apontado como líder de uma organização criminosa que contrabandeava produtos eletroeletrônicos. Ele foi preso no Ceará há um ano e um mês.

A operação Canal Vermelho II teve como objetivo desarticular um esquema de fornecimento de mercadorias contrabandeadas em todo o Brasil. No Ceará, foram identificados 13 estabelecimentos comerciais em Fortaleza, Maracanaú e Quixadá. No locais, foram apreendidas 83 caixas de produtos eletroeletrônicos avaliados em R$ 700 mil.

As mercadorias, em sua maioria celulares e notebooks, são frutos de contrabandos e descaminhos. Os proprietários não foram localizados. No entanto, segundo o superintendente da PF, Luciano Caron, eles serão notificados a prestar esclarecimentos sobre a propriedade das lojas e dos produtos.

Segundo o levantamento do superintendente da Receita Federal no Ceará, Marcellus Ribeiro Alves, a operação resultou num total de 553 volumes apreendidos. A mercadoria foi avaliada em 4,4 milhões. Além dos produtos apreendidos, cinco pessoas – apontadas como “grandes fornecedores” de mercadorias contrabandeadas em todo o Brasil -, foram presas. Das cinco, uma foi detida em Foz do Iguaçu, no Paraná; uma em Uberlândia (Minas Gerais); e três em São Paulo, entre elas um chinês que comandava o esquema de distribuição no Estado.

Esquema no Ceará

A operação Canal Vermelho II é o resultado de uma investigação que começou em dezembro de 2008, com o atentado contra o auditor fiscal da Receita Federal José de Jesus Ferreira. Conforme Luciano Caron, na época, o auditor era chefe da Divisão de Repressão ao Contrabando no Ceará e investigava o iraniano Marvizi.

No decorrer das investigações, a Polícia descobriu que os negócios do iraniano Farhad Marvizi iam além do comércio de mercadoria ilegais vindas do Paraguai. O grupo estaria envolvido também com homicídios no Ceará. De acordo com o superintendente da PF, o iraniano mandava eliminar quem interferia em seus negócios. Caso do atentado contra o auditor fiscal e concorrentes.”

(O POVO)

Lula – Ministro tem que ter casco duro

63 3

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recomendou que os ministros de Dilma Rousseff, que eventualmente tiverem seus nomes envolvidos com casos de corrupção, “resistam” e não renunciem com tanta facilidade.

Ele deu essa declaração no início da tarde desta terça-feira na capital baiana, logo após receber o título de Doutor Honoris Causa da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

– O político tem que ter casco duro. Porque se cada político tremer a cada vez que alguém disser uma coisa errada dele, se ele não enfrentar a briga para provar que está certo, as pessoas vão saindo mesmo, declarou, passando a “analisar” a saída aparentemente precipitada de alguns integrantes do primeiro escalão de Dilma.

– Pelo que eu vi pela imprensa, o ministro Alfredo (Nascimento, dos Transportes) não foi a presidenta Dilma que tirou. Ela mandou Nascimento investigar (as denúncias na sua pasta). O ministro (Nelson) Jobim não saiu por corrupção, saiu por conta de outro problema. O ministro da Agricultura (Wagner Rossi), a presidenta Dilma defendeu publicamente ele, que depois renunciou. O ministro do Turismo teve um problema quando era deputado – declarou.”

(Blog do Noblat)

Inflação medida pelo IPCA-15 é maior a desde 2005

“O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), a prévia da inflação oficial do país, voltou a acelerar com alta de 0,53% em setembro, praticamente o dobro da variação de 0,27% em agosto, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Foi a maior expansão para esse mês desde 2003. Com isso, a taxa acumulada no ano subiu a 5,04%, bem acima do resultado de igual período do ano anterior (3,53%). Já a taxa acumulada em 12 meses subiu a 7,33%, a maior desde junho de 2005 quando esse indicador registrou 7,72%.

Alimentos e bebidas foi o grupo de produtos que exerceu a maior pressão para a alta do IPCA-15 em setembro, já que respondeu por 0,17 pontos percentuais da variação de 0,53%. A inflação de transportes teve a segunda maior contribuição com 0,13 pontos.

Vários alimentos ficaram mais caros em setembro, sendo os principais reajustes: açúcar cristal (4,72%) e refinado (4,59%), leite pasteurizado (2,64%), frango (2,51%), carnes (1,79%) e arroz (1,74%).

Mas foi a inflação das passagens aéreas que, individualmente, exerceu a maior pressão na alta do IPCA-15. Com aumento médio de 23,40% no mês, ante queda de 5,91% em agosto, a passagem aérea respondeu por 0,09 ponto percentual da variação de setembro.

O professor Luiz Roberto Cunha, da PUC-Rio, acredita que o IPCA-15 veio um pouco acima das estimativas do mercado, que previa 0,50%, mas lembrou que os alimentos vieram menores que o esperado, o que é bom. Segundo ele, as surpresas foram vestuário e passagens aéreas.”

(O Globo)

Mais um vereador é assassinado no Ceará

“Mais um vereador foi morto a tiros no Interior do Ceará, pouco mais de 24 horas depois do atentado que já havia matado um e deixado ferido outro parlamentar. Na noite de ontem, o vereador Amarílio Pequeno (eleito pelo PPS) e o policial civil reformado José Alves Bezerra foram assassinados a tiros, em uma restaurante de Juazeiro do Norte.

“Dois homens chegaram em uma moto e efetuaram diversos disparos em direção do vereador”, explicou o delegado da Polícia Civil, Washington Coelho.

O delegado também afirmou que eles estariam jantando no momento dos diversos disparos. O vereador e o ex policial estavam na Praça do Giradouro, situada no bairro Triângulo, em Juazeiro. Ainda segundo a Polícia Civil, os homens fugiram na moto após o crime. Ainda não se sabe o número de tiros. Segundo o delegado, “uma perícia será realizada para que seja identificado o número de disparos”. As vitimas foram levadas para Hospital Regional do Cariri, onde morreram.

Em Jaguaretama

Na madrugada de ontem, o vereador Marcos Rogério Machado de Lima, 39, morreu, vítima dos tiros de que foi alvo na véspera, após sessão da Câmara Municipal de Jaguaretama. Outro vereador, José Antonio Lopes, também foi atingido por um homem armado que, em seguida, fugiu numa motocicleta com outro homem que aguardava fora da Câmara.

O vereador José Antônio Lopes passa bem.”

(O POVO)

Prefeitura vai entregar residencial com casas para famílias de garis

98 2

Essa informação é do site da Prefeitura de Fortaleza:

Será entregue, amanhã, quarta-feira (21), e quinta-feira (22), o conjunto Sabiá, com 56 unidades habitacionais. Deste total, 41 moradias serão para famílias de garis. As demais beneficiarão moradores da comunidade que vivem ao redor do habitacional. Os beneficiados pagavam aluguel, moravam com familiares ou viviam em casas alugadas pelo município.

No conjunto, são 32 apartamentos com dois quartos, 20 com três quartos e quatro com três quartos e banheiros adaptados. As famílias serão beneficiadas também com centro comunitário, estação de tratamento de esgoto e espaços de convivência.

Nas proximidades do Sabiá, escolas públicas municipal e estadual, posto de Saúde, ruas recentemente pavimentadas, transporte acessível, com duas linhas de ônibus em funcionamento normal. O conjunto, que é obra da Prefeitura de Fortaleza, através da Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habiatfor), contou com R$ 1.848.624,69 da Resolução 460 e Fonte 100 (recurso municipal).

Endereço: rua das Aroeiras, 936, esquina com av. dos Paroarás, Passaré, Regional VI.

Médicos de planos de saúde paralisam atividades nesta 4ª feira

130 1

“Entidades médicas estimam que cerca de 120 mil dos 160 mil médicos que atuam na saúde suplementar deverão parar os atendimentos a parte dos planos de saúde nesta quarta-feira (21) durante mobilização nacional. Os atendimentos de urgência e emergência serão mantidos. A paralisação vai atingir 23 Estados e o Distrito Federal durante todo o dia. Apenas em Roraima, Amazonas e Rio Grande do Norte, os atendimentos serão totalmente mantidos, pois as entidades médicas consideram avançado o grau de negociação com as operadoras.

Essa é a segunda etapa do movimento que reivindica reajuste na tabela de honorários médicos, estabelecimento de reajustes periódicos e fim de interferências dos convênios nas decisões médicas. Estas demandas levaram médicos do país a suspenderem atendimento aos planos de saúde em abril. Agora serão boicotados atendimentos aos planos que não negociaram ou não apresentaram propostas de reajuste consideradas adequadas.

Como as negociações ocorreram descentralizadamente nas 27 unidades da federação, cada Estado tem uma lista de planos que não serão atendidos nesta quarta-feira. Os mais frequentes, segundo levantamento das entidades médicas, são Amil, Hapvida, Geap, Caixa, Cassi, Correios, Golden Cross e SulAmérica. A relação do boicote por Estado pode ser conferida no site do Conselho Federal de Medicina. Esse movimento ocorre paralelamente a outras manifestações organizadas nos Estados –em São Paulo, por exemplo, os médicos adotaram paralisação por rodízio em setembro.

CRÍTICAS AO GOVERNO

Florentino Cardoso, presidente eleito da AMB (Associação Médica Brasileira), afirma que o movimento pretende elevar o pagamento mínimo de uma consulta médica a R$ 60. Hoje, diz, a média está em R$ 40, mas há casos em que o médico recebe R$ 15 por consulta.

Além do valor, espera-se limitar interferências na atividade médica. “Cada vez mais vemos pacientes que têm plano de saúde usando o SUS porque o plano não autorizou determinado procedimento, principalmente os de alta complexidade e alto custo, como radioterapias e quimioterapias”, afirmou Cardoso.

Aloísio Tibiriçá, vice-presidente do CFM, criticou a postura do governo de não acompanhar de perto as demandas de médicos e pacientes com relação aos planos de saúde. “A desassistência [na saúde suplementar] avança a passos largos, sendo próxima do SUS, com perda também na parte da humanização.” Sobre essas questões, completa, a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) “tem sido completamente ineficaz”.

Ainda de acordo com as entidades, as restrições impostas pela Justiça contra o boicote caíram, e não há nenhuma decisão que barre o movimento.”

(Folha.com)

DETALHE – Florentino Cardoso, que preside a AMB, é cearense e diretor do Hospital Universitário. Nesta terça-feira, pela madrugada, ele passou pelo aeroporto, na rota de Brasília, e se deparou com servidores desse hospital, que faziam protesto contra projeto que quer criar empresa pública para gerir rede hospitalar universitária. Dos manifestantes, ouviu frases de protesto.

CNI – 79% dos empresários consideram sistema tributário ruim

115 1
“Sondagem da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada hoje (20), mostra que 96% dos empresários criticam o sistema tributário brasileiro. Os números estão na Sondagem Especial: Qualidade do Sistema Tributário Brasileiro. Dos entrevistados , 79% consideram o sistema muito ruim, 17% ruim, 3% acreditam que o sistema é bom e apenas 1% acham que o sistema é muito bom. Foram ouvidas 1.692 empresas, sendo 915 de pequeno porte, 535 médias empresas e 242 de grande porte, de 1º a 15 de julho de 2011.

A pesquisa também revelou que a avaliação do sistema tributário quanto à simplicidade também é negativa, com 59,8% considerando o sistema muito complicado e 30,5%, complicado. Quanto à transparência, 86% dos empresários reprovam o sistema tributário brasileiro e 91% apontam que a excessiva carga tributária é uma característica negativa.

“Na verdade, quando falamos de transparência não é sobre a aplicação dos recursos. Na verdade, é sobre o tributo. Ninguém sabe ao certo quanto tem de tributo em um litro de leite ou de gasolina e assim por diante”, disse o gerente executivo da Unidade de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco.

Segundo ele, essa mesma falta de transparência não permite ao cidadão acompanhar de que forma os recursos são aplicados pelo governo. “Se o cidadão não sabe quanto sai de tributo do bolso, fica mais tolerável aceitar o uso menos adequado desses recursos”, avaliou.

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) foi apontado por 70% das empresas como o tributo que mais causa impacto negativo na competitividade da empresa. A proposta do governo, de unificação das alíquotas do ICMS, deve ser, para 72% das empresas, uma das prioridades da reforma tributária.

Ao ser perguntado sobre a elevação recente do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), adotada pelo governo para carros importados, exceto para os veículos da Argentina e os do México, Castelo Branco disse que, nesse caso, a medida foi uma defesa do mercado brasileiro face a uma penetração forte e agressiva dos automóveis estrangeiros no mercado brasileiro – em função da deficiência de competitividade da economia brasileira, mas também pela forte valorização do câmbio.”

(CNI)

Magistrados, promotores e procuradores fazem ato em Brasília nesta 4ª feira

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=RIee_l5QIJw[/youtube]

Um ato em defesa do Poder Judciário vai ocorrer nesta quarta-feira, em Brasília. Na articulação, estão todas as entidades representativas dos juizes federais e promotores e procuradores de justiça. O presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho no Ceará , Paulo Regis Botelho, deu detalhes sobre a manifestação que, entre algumas reivindicações, cobra melhores condições salariais.

Emenda 29 pode sair pior do que o soneto

“Apresentada à sociedade como uma conquista para melhorar a área social do País, a Lei Complementar (306/08), que regulamenta a Emenda 29 e terá sua votação concluída amanhã, pode, ao invés de aumentar, diminuir o montante de dinheiro para investir na saúde pública. Esta polêmica será decidida no Senado e, antes mesmo de receber a proposta dos deputados, líderes do PT e do PMDB já se confrontam em torno de quem vai pagar a conta.

Do jeito que está, a lei tem um dispositivo, no parágrafo 2º do artigo 6º, que retira as verbas do Fundeb (Fundo de Valorização do Profissionais de Educação) da base do cálculo do porcentual de recursos a serem aplicados pelos 26 Estados e o Distrito Federal (DF). Ao tirar os R$ 58 bilhões do Fundeb da base de cálculo, a perda estimada pelos consultores técnicos da Câmara é que o Sistema Único de Saúde (SUS) terá menos R$ 7 bilhões anuais.

O líder do PT no Senado e ex-ministro da Saúde do governo Lula, Humberto Costa (PT-PE), admite que pode haver uma queda de recursos para a saúde. Adianta, porém, que “já foi firmado um compromisso com a Câmara e com governo para corrigir o artigo” e garantir investimento extra de R$ 5 a R$ 6 bilhões dos Estados. O problema é que o presidente nacional do PMDB e senador Valdir Raupp (RO) diz que seu partido não fez acordo algum.

“O PMDB ainda vai discutir o assunto, mas os Estados não podem pagar sozinhos esta conta. A União vai ter que se comprometer com algo a mais”, disse Raupp. Ele sugere que o governo federal comece a pensar em taxar bebidas e cigarros que, segundo seus cálculos, renderia cerca de R$ 4 a 5 bilhões anuais para a saúde.”

(Estadao.com.br)

Cirurgiões da Santa Casa suspendem a greve

Os cirurgiões da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza suspenderam greve iniciada nessa segunda-feira. Nesta terça-feira, houve uma reunião na Promotoria de Defesa da Saúde Pública, com a presença dos profissionais e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para decidir a situação do hospital. Ficou decidido que a greve seria suspensa até o dia 9 de outubro, quando os cirurgiões, o Sindicato dos Médicos do Ceará (SIMEC) e as secretarias de saúde do Estado e Município sentarão novamente para uma negociação.

A categoria protesta contra a tabela de pagamentos do Sistema Único de Saúde que, segundo eles, está defasada. Eles dizem que a remuneração é pequena, não cobre o mês todo.

Essas informações são do presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, José Maria Pontes.

Um Rio contra a corrupção nesta 3ª feira

160 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6_zPIr5fb5E&feature=player_embedded[/youtube]

No fim desta tarde de terça-feira, na Cinelândia, no Rio, haverá um ato contra a corrupção. A mobilização foi por meio das redes sociais. Eis o vídeo do Blog Conversandocomvocês.blogspot.com que faz a convocação.

Funcap – Formação de lista tríplice agita setor científico e empresarial

O cientista José Ferreira Nunes, pesquisador do CNPq que patenteou o uso da água de coco como conservante de sêmen animal, foi indicado para lista tríplice da qual sairá o novo presidente da  Fundação Cearense de Apoio à Pesquisa (Funcap).

Ele conta com o apoio da Federação da Agricultura do Estado (Faec) e da Federação das Indústrias do Ceará.

Há uma articulação também, no âmbito da UFC, para que o professor Odorico Morais, coordenador da Unidade de Farmacologia Clínica da instituição, entre no páreo da lista tríplice.

O atual presidente da Funcap, professor Tarcisio Pequeno, esrtá concluindo mandato agora em setembro.

FMI reduz projeção de crescimento econômico do Brasil para 2011

“Em seu mais recente relatório sobre a economia mundial, divulgado hoje (20) em Washington, o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu para 3,8% a projeção de crescimento para o Brasil neste ano. A nova estimativa representa uma queda de 0,3 ponto percentual em relação à previsão anterior do FMI, de 4,1%, divulgada em junho.

De acordo com as previsões reunidas no relatório World Economic Outlook (Perspectivas da Economia Mundial, em tradução livre), o Brasil terá o segundo menor crescimento na América do Sul neste ano, ficando atrás somente da Venezuela (com previsão de 2,8%), e abaixo da média da região, que é 4,9%.

Segundo o FMI, a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro também será menor do que a média prevista para as economias emergentes e em desenvolvimento (6,4%) e para o crescimento global como um todo (4%), mas ainda ficará à frente da previsão para as economias avançadas, de apenas 1,6%

A nova projeção para o crescimento do PIB está abaixo da expectativa do governo brasileiro, mas ainda acima do esperado pelo mercado.

Apesar de, oficialmente, o governo brasileiro ainda manter a expectativa de crescimento de 4,5% para o PIB neste ano, a própria presidenta Dilma Rousseff já declarou recentemente que o governo faria “um esforço para chegar a 4%, quatro e pouco”.

O mercado é menos otimista e o mais recente boletim Focus (levantamento semanal do Banco Central com base em consultas ao mercado), divulgado ontem (19), reduziu pela sétima semana consecutiva a projeção de crescimento para a economia brasileira, passando de 3,56% para 3,52%.

Para 2012, o FMI manteve a sua projeção para o crescimento da economia brasileira, em 3,6%, ligeiramente abaixo dos 3,7% previstos pelo mercado.

“Os riscos à estabilidade financeira em todas essas economias [de Brasil e de outros emergentes] devem ser monitorados por algum tempo, devido ao grande volume de crescimento de crédito nos últimos cinco anos”, destaca o relatório.

O FMI avalia que, no geral, a perspectiva para as economias emergentes voltou a ser “incerta”, em parte como reflexo de um cenário mundial menos favorável, especialmente nos Estados Unidos e na Europa.

No Brasil, economistas já vêm apontando a piora no cenário externo como um dos fatores para o crescimento menor, ao lado da desaceleração na indústria, provocada especialmente pela valorização do real ante o dólar, e das medidas adotadas pelo governo para conter a inflação.

O Banco Central do Brasil espera trazer a inflação para o centro da meta, de 4,5% (com margem de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo), até o fim de 2012.”

(BBC Brasil)

Famílias de áreas de risco às margens do rio Maranguapinho vão morar no Residencial Juraci Magalhães

165 1

O secretário das Cidades, Camilo Santana, autorizou, para a próxima semana, a transferência de mais de 300 famílias que vivem em áreas de risco às margens do rio Maranguapinho para o Residencial Juraci Magalhães, no Canindezinho.

Durante os dois primeiros meses, as famílias irão receber a conta de água e esgoto emitida pela Cagece sem precisar pagar.

A carência serve para que as famílias se habituem ao novo padrão de consumo, já que muitas delas não estão acostumadas a incluir essas despesas no orçamento familiar.

(Foto – Arquivo)

Aeroporto de Fortaleza reforça aplicação da "multa moral"

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência será lembrado em Fortaleza pela superintendência estadual da Infraero. Isso ocorrerá nesta quarta-feira, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, quando será reforçada a aplicação da “Multa Moral”.

Na ação, desenvolvida no terminal desde 1º de abril último, funcionários que trabalham no estacionamento monitoram a área, observando a utilização de vagas reservadas a pessoas com dificuldades de locomoção ou mais de 60 anos, aplicando multas morais aos motoristas que desobedecerem às regras de estacionamento nesses locais. O aviso de multa é ilustrado com uma rosa e uma mensagem de conscientização.

Ainda na quarta-feira, haverá sessão de massoterapia, a cargo de massagistas deficientes visuais, a partir das 9 horas, no saguão do aeroporto. Usuários e passageiros poderão aproveitar o serviço, uma iniciativa do estágio dos alunos do Curso de Massoterapia que está sendo realizado pelo Projeto Social da Infraero, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Prévia da inflaçao oficial em setembro é quase o dobro do resultado de agosto

“O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que funciona como uma prévia da inflação oficial do país, ficou em 0,53% em setembro. O resultado é praticamente o dobro da taxa registrada um mês antes, 0,27%. Em setembro de 2010, o IPCA-15 havia sido 0,31%.

De acordo com dados divulgados hoje (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano o IPCA-15 acumula alta de 5,04 %, resultado que também supera o observado no mesmo período do ano anterior (3,53%). Nos últimos 12 meses, a alta acumulada é de 7,33%, acima dos 12 meses imediatamente anteriores (7,10%).

Segundo o levantamento, o resultado deste mês foi pressionado pelos alimentos, que apresentaram alta de 0,72%, mais intensa do que a do mês anterior (0,21%). Pesaram mais no bolso do consumidor produtos como o açúcar cristal (4,72%) e o refinado (4,59%), o leite pasteurizado (2,64%), o frango (2,51%), as carnes (1,79%) e o arroz (1,74%). Com isso, o grupo alimentação e bebidas acumula alta de 4,29% neste ano.

O levantamento do IBGE destaca que, embora os produtos não alimentícios tenham subido menos do que os alimentos, registrando alta de 0,47%, também acima da de agosto (0,29%), foram as passagens aéreas que lideraram a relação dos principais impactos no mês. Para viagens em setembro, os voos disponíveis subiram, em média, 23,40%. Com esse resultado, a taxa do grupo transportes passou de 0,03% para 0,70% de um mês para o outro.”

(Agência Brasil)