Blog do Eliomar

Campanha nacional de medula óssea mobiliza doadores

O fim do ano convida à doação. E na hora de oferecer um presente como a vida não importa se o samaritano é habitual ou apenas de ocasião. Qualquer pessoa com idade entre 18 e 55 anos e que nunca teve câncer nem Doença Sexualmente Transmissível (DST) pode fazer esse bem. Até o dia 21, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) promove a Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea. A meta é dobrar o número de cadastros, que hoje é de 40 por dia.

Em Fortaleza e no Interior, nas sedes e em postos móveis, o Hemoce vai recrutar potenciais doadores de medula óssea. Quanto mais pessoas se cadastram, maiores são as chances de encontrar doadores compatíveis. De acordo com a Central de Transplantes do Ceará, 36 pessoas aguardam por transplante de medula óssea no Estado.

Adalise Maia, assistente social do Hemoce, explica que para se cadastrar como doador de medula óssea não é preciso ser doador de sangue. “É um procedimento bem simples. A pessoa assina um termo de consentimento e são retirados 10 ml de sangue”, descreve.

O termo autoriza o envio da amostra para o laboratório do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). A pessoa só é chamada para doar a medula caso seja encontrado algum paciente compatível.

De acordo com o Hemoce, o Ceará tem mais de 102 mil pessoas cadastradas no Redome, o que coloca o Estado na sétima posição nacional entre as unidades da federação. Apesar disso, em média, apenas uma pessoa é identificada por mês no Ceará como possível doador. Segundo registros da Central de Transplantes do Ceará, foram realizados 16 transplantes de medula óssea este ano.

Fazendo campanha

A advogada Kamila Cardoso, 33, sabe o que significa essa espera. Foram quase dois anos entre o diagnóstico de anemia aplástica, doença que reduz a quase zero a imunidade do organismo, e o transplante de Kaio Cardoso, de 5 anos, em Curitiba (PR).

“Meu filho está bem. Agora é ajudar mais gente a ficar bem. Se as pessoas soubessem da simplicidade que é a doação e a grandiosidade do gesto, elas não duvidariam em doar”, relata Kamila, que faz campanha pela Internet em favor da causa.

SERVIÇO

Semana para Doação de Medula Óssea

Quando: Até dia 21. Permanente nas sedes do Hemoce

Onde: Em Fortaleza: na sede do Hemoce (Av. José Bastos, 3390) e no posto de coleta do IJF. No Interior: nos hemocentros de Sobral, Iguatu, Crato e Juazeiro do Norte

Postos móveis:

Hoje e Amanhã: Igreja Universal (Av. Tristão Gonçalves, 613 Centro), das 8h às 15 horas.

Segunda-feira (19): Amil (Av. Barão de Studart, 2090 – Aldeota, das 9h às 15 horas.

Terça-feira (20): IFCE (Av. 13 de maio, 2081), das 9h às 19 horas.

Quarta-feira (21): Praça do Ferreira, das 8h às 15 horas.

O que levar

Documento com foto (RG, CNH ou Carteira de Trabalho) e comprovante de endereço

Observação Não há restrição quanto ao peso do doador

Outras informações: 3101 2307

ENTENDA A NOTÍCIA

O cadastro de doador de medula óssea aumenta as possibilidades de transplante. Isso é importante porque, mesmo entre membros da família, a chance de se encontrar um doador compatível é de 25%.

Thiago Mendes
(O POVO)