Blog do Eliomar

Ex-segurança de Demóstenes fica calado em CPI

Convocado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mista que investiga as relações de Carlinhos Cachoeira com agentes públicos e privados, Hillner Braga Ananias, ex-segurança do ex-senador Demóstenes Torres, usou o direito de permanecer calado.

Ananias teve o nome citado em ligações telefônicas captadas pela Polícia Federal durante as investigações da Operação Monte Carlo, que resultou na prisão de Cachoeira.

Conforme o autor do requerimento de convocação de Hillner Ananias, senador Pedro Taques (PDT-MT), o ex-segurança assessorou Demóstenes durante quase sete anos e, por ter mantido convivência próxima com o então senador, poderia prestar esclarecimentos relevantes à comissão.

Frente à recusa do depoente, o vice-presidente da CPMI, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), que conduzia os trabalhos, liberou Hillner Ananias e encerrou a reunião desta quarta-feira (15). A CPI volta a se reunir na próxima terça-feira (21).

(Senado Federal)