Blog do Eliomar

Secretária e o pepino das cooperativas de terceirizados da Capital

10 3

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quinta-feira (10):

“Um pepino misturado com abacaxi!”, eis a definição que a secretária municipal da Saúde, Socorro Martins, faz do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Apoio à Gestão em Saúde (IDGS), que responde pela contratação dos terceirizados em atuação na rede de saúde de Fortaleza. Ela afirma que iniciou uma “completa avaliação” nos dados sobre essa organização social e que, diante de tal quadro, vai contar com apoio direto da Procuradoria Geral do Município para “descascar esse abacaxi”.

Socorro Martins não entra em detalhes. Deixa claro, no entanto: virá uma seleção pública para diretores de hospitais e centros de saúde.

“Dentro de uma semana, a gente terá radiografia completa do IDGS. Nosso objetivo é preservar quem trabalha”, acentua.

Ela estima mais de 4.400 contratados pelo IDGS, o que envolve quase R$ 9 milhões mensais.