Blog do Eliomar

Quando criar caso é o menor problema

19 2

Da coluna Política, no O POVO desta quarta-fera (23), pelo jornalista Érico Firmo:

A despeito das críticas políticas que fiz ao show de Ivete Sangalo, é possível que o Governo do Estado tenha agido dentro do que exige a lei para contratar a artista para se apresentar na inauguração do hospital regional da Zona Norte, em Sobral. Não entrarei nesse mérito. Foi o que consideraram, no primeiro momento, os técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Mas não precisava o governador Cid Gomes (PSB) se referir ao procurador-geral do TCE de forma tão pouco respeitosa. Chamar Gleydson Alexandre de “garoto que deseja aparecer e fica assim criando caso” é desrespeitoso com ele e com a instituição. Cid disse que “para ficar aparecendo na imprensa, fica fazendo recurso”.

Ora, Gleydson, de fato, teve a primeira representação negada e fez nova investida, com novos elementos. Está no seu papel, se achar que assim deve agir. Claro que o governador não precisa gostar. Mas o Estado não está em posição de reclamar de quem recorre contra decisões desfavoráveis. Um exemplo: desde a década de 90, a administração estadual foi condenada a implantar o piso salarial para professores da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Mesmo com sentença transitada em julgado, houve recursos protelatórios de toda ordem, postura que rendeu ao governo até a pecha de litigante de má-fé atribuída pelos julgadores. Vários dos interessados morreram sem receber o que lhes era devido.