Blog do Eliomar

Prefeitura de Beberibe esclarece caso da Escola Raimundo Fagner

141 9

A Prefeitura de Beberibe, por meio da Secretaria Municipal da Educação, manda nota para o Blog explicando a situação da Escola Raimundo Fagner, situada na Praia das Fontes, que estava sob ameaça de fechamento. Confira:

NOTA DE ESCLARECIMENTO À IMPRENSA E À POPULAÇÃO DE BEBERIBE

A respeito de matéria divulgada pelos meios de comunicação do Estado de Ceará, no dia 31 de agosto de 2013, sobre o fechamento da Escola Raimundo Fagner, na comunidade de Praia das Fontes, a Assessoria de Comunicação e a Secretaria de Educação do Governo Municipal de Beberibe, vêm esclarecer os fatos.

A prefeita Michele Cariello Queiroz tem como prioridade da sua gestão o melhor para o povo de Beberibe. Dentro deste critério, os alunos e os funcionários merecem melhores condições para que a aprendizagem se concretize em todas as suas modalidades. E a Administração Municipal acompanha e trabalha, com a Secretaria de Educação, a execução das ações que garantem tais benefícios. Por isso, esta nota vem esclarecer aos cidadãos beberibenses, às autoridades e aos meios de comunicação sobre O NÃO FECHAMENTO DA ESCOLA RAIMUNDO FAGNER.

A referida escola, que na gestão passada funcionava com salas multisseriadas (isto é, com várias séries funcionando na mesma sala de aula), tinha a seguinte distribuição: em uma mesma turma estavam o Maternal (com 2 alunos), o Pré I (com 9 alunos), e o Pré II (com 2 alunos); o 1º ano (com 10 alunos), e o 2º ano (com 7 alunos) estavam juntas noutra sala, o mesmo acontecendo com o 3º (13 alunos) e o 4º anos (10 alunos). No final, o RPA (Relação Professor-Aluno), ficou muito baixo e, como o mesmo caso se repetiu em muitas escolas, a folha de funcionários da educação tornou-se onerosa, comprometendo o próprio pagamento. Além do mais, o sistema multisseriado, onde o professor trabalha em uma mesma turma com livros diversos, não contribui de modo satisfatório para o nível de ensino e de aprendizagem dos alunos, também prejudicando os indicadores do município.

Ciente da situação, o Governo Municipal de Beberibe, através da sua Secretaria de Educação, resolveu nuclear algumas escolas e, entre elas, a Escola Municipal Raimundo Fagner de Ensino Fundamental. Em tempo: nuclear não é fechar escola, embora isso também possa ocorrer, e, sim, neste caso, objetiva reordenar o que temos para fazer melhor, respeitando a proximidade e condições das escolas envolvidas e a priorização de um ensino de qualidade. Com a nucleação, os alunos e os funcionários transferidos da Escola Raimundo Fagner (da Praia das Fontes), para a Escola Germano José (do sítio Onofre), encontrarão melhor estrutura, conforto e condições para o trabalho escolar. Além do que, as comunidades distam menos de 1 km uma da outra.

A ESCOLA RAIMUNDO FAGNER NÃO VAI FECHAR, pois continua funcionando normalmente em dois turnos, manhã e tarde, com o PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO (alunos do 1º ao 9º ano), e o PRO-JOVEM, que funciona pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania de Beberibe. Isto, por si só, desfaz boatos, mal-entendidos e má-fé de algum comentário.

O Governo Municipal de Beberibe tem um olhar carinhoso, cuidadoso e especial para as comunidades, os pais, os alunos, os professores e demais funcionários da Rede Pública de Ensino Municipal.

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Beberibe, Ceará.

VAMOS NÓS – Muito bem. Fechar escola seria um desrespeito à cidadania. Lamenta-se que só agora, depois de protestos e notas até de docentes, a Prefeitura mande sua resposta. O caso rolava desde o último domingo.