Blog do Eliomar

Eduardo Campos diz que Governo Dilma vai no ritmo do frevo, mas uns dançam samba e pagode

eduardocampos

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), possível candidato à Presidência em 2014, disse ontem, a empresários, durante reunião fechada em São Paulo, que a presidente Dilma Rousseff não é a líder que aponta caminhos para o País. De acordo com pessoas que participaram do encontro, Eduardo fez críticas mais incisivas a Dilma do que nas últimas palestras com o empresariado. O encontro foi organizado pela ONG Rede de Ação Política pela Sustentabilidade, fundada pelo empresário Guilherme Leal, ex-candidato a vice-presidente na chapa de Marina Silva em 2010.

“Ele foi um pouco mais duro hoje (ontem) com relação à presidente”, admitiu Márcio França, dirigente do PSB paulista, que participou do evento. Eduardo teria feito as críticas quando falava sobre a onda de protestos de junho. Segundo França, o governador disse que Dilma perdido a oportunidade de responder melhor às ruas. Empresários que participaram da reunião fechada à imprensa confirmaram as críticas de Eduardo dirigidas à presidente.

Eduardo também fez críticas ao relacionamento do Planalto com os partidos aliados e afirmou que falta sintonia entre as legendas no Congresso. Ainda segundo participantes, o socialista disse que o governo enfrenta dificuldades “por ter uma base ampla em que o ritmo é frevo, mas uns dançam samba e outros, pagode”.

DETALHE – Na tarde desta terça-feira, Eduardo Campos grava para o Programa do Ratinho (SBT).