Blog do Eliomar

Heitor Férrer critica compra de usina e diz que governo “resolveu problemas privados”

182 3

nottt

O deputado estadual Heitor Ferrer (PDT) criticou, nesta manhã de quarta-feira, na tribuna da Assembleia Legislativa, a compra da Usina de Açúcar Manoel Costa Filho, situada em Barbalha (Região no Cariri). “O Governo do Ceará usou R$ 15,6 milhões do povo do Ceará para comprar um monte de ferro velho, ruínas e, agora, confessa que está fazendo uma corretagem de venda. Se fosse bom esse negócio, os empresários do ramo tinham adquirido esse empreendimento”, disse.

Heitor Ferrer observou que “o Estado do Ceará entrou numa aventura descabida e me leva a imaginar na intenção de resolver problemas privados. Isso não é papel do Governo”. Dados apontam que além dos R$ 15,6 milhões, há R$ 25 milhões de débitos trabalhistas e R$ 35 milhões como previstos para a retomada da operação do equipamento.

No discurso, o pedetista informou que representantes da Indústria nacional da cana-de-açúcar entendem que, no contexto atual, não há rentabilidade que justifique novas usinas, devido a queda das receitas das empresas do setor devidos dividas das usinas de açúcar. “Agora vem a Adece com uma desculpa esfarrapada de que há grupos americanos interessados. Por isso, irei requisitar os nomes e empresas interessadas na usina. Ninguém pode achar que o governador Cid é o dono da verdade que tudo que ele imagina seja bom para o Estado. Essa de adquirir ferro velho para tentar encontrar um comprador de um equipamento ultrapassado não tem sentido”, disparou Férrer.