Blog do Eliomar

Dengue: Fortaleza em estado de alerta

164 2

“Estamos no estado de alerta, em um iminente risco de epidemia”, afirma o gerente da Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos da SMS, Nélio de Morais, ao falar sobre casos de dengue em Fortaleza. Segundo ele, o último levantamento rápido do índice de infestação por Aedes aegyp (Liraa) realizado na Capital, divulgado em outubro do ano passado, apontou uma infestação de 1,02%. “Mas em outubro é um cenário maravilhoso, porque eu não tenho chuva nenhuma e não acumulei água em canto nenhum. Esse Liraa é o da chuva. Consequentemente, ele já me deu 2,04. O sinal de alerta está lançado”, acentua.

O bairro Guararapes registrou o maior Índice de Infestação Predial (IFP) de Fortaleza no último Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Liraa) feito pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Foi de 12,5%. A pesquisa, realizada entre os meses de novembro de 2013 e fevereiro deste ano, revelou um índice de infestação de 2,04 para a Fortaleza. Isso significa que entre 100 residências da Capital, duas possuem criadouros do mosquito. O valor é considerado como “de alerta” pela classificação do Ministério da Saúde.

O bairro Guararapes, outros nove bairros registraram um IFP classificado como de risco. A maioria das áreas (80 bairros) permaneceu como “em alerta” na pesquisa. Entre as Secretarias Regionais (SERs), o levantamento apontou a Regional VI como o local de maior concentração de focos do mosquito, com um percentual de 2,47% – superior ao índice geral da cidade.

DETALHE – Fortaleza tem hoje 64 casos confirmados de dengue. Isso até o último dia 22, segundo a Secretaria da Saúde do Estado.

denguee