Blog do Eliomar

O Fascismo está voltando

117 2

Com o título “Sem iluminados, com iluministas”, eis artigo do ex-procurador jurídico do Dnocs e da Assembleia Legislativa, Reno Ximenes, que está no O POVO desta terça-feira. Ele alerta que o fascismo está voltando.

O fascismo é a teoria política mais inteligente já criada no mundo. Reconhecer a sua inteligência não significa ratificar os seus males, mas identificar as suas fragilidades para combater a sua nocividade. Ela apresenta-se como a liga que une os interesses de qualquer corporação, fazendo crer que a união de pessoas em defesa de seus direitos individuais se tornem uma frente forte e invencível. É aí onde reside a sua falácia.

Enquanto sindicatos, corporações, associações, entidades de classes se unem em defesa de seus filiados e seus filiados entre si, o Estado e as famílias afortunadas de poder ou dinheiro, adquirem em seu benefício a capacidade de comprar as pessoas por atacado através dos pelegos representantes, ou, quando não negar o direito de todos, usando o argumento que o direito reivindicado por eles são privados, não coletivos. No Brasil, isso tomou um grande contorno com intensa velocidade. Está voltando o fascismo com grande força, e, sentenciando o Brasil aos grandes feudos, cartórios, dinastias.

Não ponho fé numa economia que exporta a sua matéria prima, enche o Estado de servidores, patrocina a agiotagem oficial e desencoraja a produção, as artes e os ofícios. Não são legítimos todos os movimentos de categorias agrupadas, sejam profissional, sejam familiar, o que afere a sua legitimidade é a sua interseção com a coletividade, nem sempre com o Estado. O Estado no Brasil, muitas vezes, é usado como pistoleiro de interesses privados, familiares e feudais.

A ciência já adverte que nos umbigos são onde estão a maior concentração de DNA, por isso, talvez que a hereditariedade e o corporativismo, sejam tão fortes nas opções políticas do cotidiano humano no Brasil.

*Reno Ximenes

reno@ximenes.info

Advogado.