Blog do Eliomar

Projeto resgata memória oral da ditadura no Ceará

Com o tema “Ditadura e Família”, prossegue nesta quinta-feira, a partir das 9 horas, no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, o Projeto Oral por Verdade e Justiça, da Associação 64/68 Anistia, que vem resgatando fatos históricos do regime militar, por meio de entrevistas  e relatos de ex-presos políticos e parlamentares cassados do Ceará.

Nessa edição, de acordo com Mário Albuquerque, presidente da Associação 64/68 Anistia, serão enfocadas especialmente duas famílias que, por seu entrelaçamento, foram mais duramente atingidas pela repressão ditatorial: Serra Azul e Fonseca.

helenaserra

Professora Helena Serrazul é sobrevivente.

Três irmãs Serra Azul foram presas e torturadas juntamente com seus respectivos maridos, e tiveram filhos também atingidos pela mão do arbítrio.

rosafonsca

Professora Rosa da Fonseca é sobrevivente.

Duas irmãs e um irmão Fonseca também passaram pelo mesmo tormento, com seus cônjuges também presos e torturados e igualmente filhos alvo dessas repressões.

Projeto

O Projeto Oral por Verdade e Justiça – relatos de ex-presos políticos e parlamentares cassados perseguidos pela ditadura militar no Ceará é uma realização da Assembléia Legislativa do Ceara /INESP, com o apoio do Ministério da Justiça/Comissão de Anistia/Projeto Marcas da Memória e da Associação 64 / 68 – Anistia.