Blog do Eliomar

Desembargador cobra de Zezinho dados sobre possível uso da máquina da Assembleia

O corregedor regional eleitoral do Ceará, desembargador Abelardo Benevides, determinou nesta sexta-feira (30) que o presidente da Assembleia Zezinho Albuquerque (Pros) apresente, no prazo de cinco dias, toda documentação referente à campanha “Ceará sem Drogas”. O evento, realizado pela Casa, é investigado por abuso de poder político e uso eleitoreiro.

Segundo denúncia da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), a campanha possui indícios de uso eleitoreiro para promover pré-candidatura de Zezinho ao governo. De acordo com o promotor Igor Pinheiro, do Grupo Auxiliar da Procuradoria Eleitoral, a ação busca analisar se o programa realmente busca debater o problema das drogas, ou se é apenas “casuísmo eleitoral”.

(O POVO Online)