Blog do Eliomar

Advogado que matou um e tentou matar outro é solto por não representar “risco para a ordem pública”

127 2

O Tribunal de Justiça do Ceará concedeu habeas corpus ao advogado Vitor Quinderé Amora, condenado a 24 anos e dez meses de reclusão pelo assassinato de José Wilson Saraiva Belém e pela tentativa de homicídio contra José Wilson Belém, durante uma briga de trânsito, em agosto de 2001. A Justiça cearense entendeu que o advogado não representa “risco para a ordem pública”, pois “há doze anos responde ao processo em liberdade, não demonstrando periculosidade em concreto”.

Segundo ainda a 2ª Câmara Criminal, a decisão que favoreceu ao réu foi baseada “no risco concreto de sua liberdade”, “não com base no delito praticado”.

O advogado fica obrigado a apresentar-se mensalmente ao Juízo de 1º Grau, além de proibido de frequentar locais de grande acumulação de pessoas e não se ausentar da Comarca de Fortaleza, salvo com autorização judicial.

(Site do TJCE)