Blog do Eliomar

Depois do Governo Estadual, é hora também da Assembleia e do Judiciário apertarem o cinto

Depois que o governador Camilo Santana (PT) baixou um pacote de medidas de contenção de gastos, onde determinou, por exemplo, redução de 25% das gorduras de todas as secretarias (Saúde, Educação e Segurança com 20%), eis que o contribuinte espera agora que tal exemplo se estenda a outros poderes e segmentos.

Os Poderes Legislativo e Judiciário, que ganharão novos comandos a partir de fevereiro, não poderão deitar em berço esplêndido sem que, também, assumam sua parte nesse latifúndio de muitos desperdícios.

A Assembleia, por exemplo, precisa extinguir departamentos sem função, como fez a Câmara Municipal de Fortaleza, enquanto o Judiciário precisa rever contratos de terceirização e apostar mais em concurso e profissionalização.

Enfim, se o arrocho chegou para o contribuinte, como se apregoa, que todos adotem aperto de cinto. Sem aquela de sinto muito, doutor.