Blog do Eliomar

Escândalo na Fifa leva primeiro-ministro a defender ofensiva contra a corrupção

125 1

O primeiro-ministro britânico David Cameron lança, neste domingo (7), durante a Cúpula do G7, na Alemanha, um apelo para uma ofensiva global contra o “câncer da corrupção”, após o escândalo que atingiu a Federação Internacional de Futebol (Fifa). Para Cameron, o grupo dos sete países mais industrializados do mundo deve usar o escândalo da Fifa como inspiração para combater a corrupção globalmente.

“Na última quinzena, fomos confrontados com duras verdades sobre a Fifa. O organismo que governa o futebol tem enfrentado terríveis acusações que sugerem que está completamente impregnado pela corrupção”, avaliou o primeiro-ministro britânico.

Cameron defendeu a uma mudança de procedimentos nas cúpulas internacionais: “Os líderes se reúnem para falar de ajuda, crescimento econômico e sobre como garantir a segurança do nosso povo. Mas simplesmente não falamos o suficiente sobre corrupção. Isto tem de mudar. Temos de mostrar um pouco da mesma coragem que expôs a Fifa e quebrar o tabu de falar sobre corrupção”.

Ele comparou a corrupção a um câncer. “Não ameaça apenas a nossa prosperidade, também mina a nossa segurança”, comparou.

A Cúpula do G7, que tem como anfitriã a chanceler alemã Angela Merkel, reúne, além da alemã e do britânico, os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama; da França, François Hollande; e os primeiros-ministros da Itália, Matteo Renzi; do Canadá, Stephen Harper; e do Japão, Shinzo Abe.

(Agência Brasil)