Blog do Eliomar

Síndrome de Guillain-Barré tem histórico de dengue, zika ou chikungunya

A Secretaria de Saúde da Bahia divulgou números sobre notificações da Síndrome de Guillain-Barré no Estado. Até a sexta-feira (17), 101 casos tinham sido notificados, sendo 49 confirmados, 23 descartados e 24 ainda em investigação. A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença autoimune que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca parte do próprio sistema nervoso. Isso leva à inflamação dos nervos, que provoca fraqueza muscular.

Os dados divulgados pela secretaria são preocupantes porque 47 dos 49 casos confirmados foram constatados em pessoas que já tinham história anterior de dengue, zika ou chikungunya, doenças que são endêmicas no Brasil. Entre as notificações há ainda cinco casos em que foi constatada outra doença neurológica.

A maioria dos casos confirmados da Síndrome de Guillain-Barré, 38 deles, está concentrada na capital, Salvador. A Secretaria Estadual de Saúde divulga boletins de acompanhamento das notificações às terças-feiras e sextas-feiras. Na última divulgação, o número de casos confirmados era de 42, um aumento de sete casos em quatro dias.

(Agência Brasil)