Blog do Eliomar

Caso Zé do Tomé – Acusados do crime vão a júri popular

ze_maria_canal

“A juíza Flávia Setúbal de Sousa Duarte, titular da 1ª Vara de Limoeiro do Norte, pronunciou João Teixeira Júnior, José Aldair Gomes Costa, Antônio Wellington Ferreira Lima e Francisco Marcos Lima Barros pelo homicídio do líder comunitário e ambientalista José Maria Filho, o “Zé Maria do Tomé”. A decisão (nº 7659-18.2010.8.06.0115) determinou que os réus sejam julgados pelo Conselho de Sentença do Tribunal Popular do Júri.

A magistrada destacou que “embora não se tenha testemunha presencial, e mesmo considerando que todos os réus negaram a prática do delito, ainda assim o Ministério Público, com a ajuda da Polícia Civil, conseguiu reunir provas que levam à existência de indícios de autoria a ensejar a prolação de uma sentença de pronúncia”.

A vítima foi morta no dia 21 de abril de 2010, na localidade Sítio Tomé, no referido município, distante 194km de Fortaleza, após sofrer uma emboscada em estrada pouco movimentada. Na ação, o ambientalista foi atingido por 25 disparos de arma de fogo calibre .40.

Antes do crime, a vítima recebeu várias ameaças de morte dos acusados, pois se posicionou contra a utilização de agrotóxicos na pulverização aérea na região da Chapada do Apodi. O fato teria provocado a suposta revolta dos réus, envolvidos com produção agrícola na localidade.

Após as investigações, policiais civis conseguiram provar vínculo dos acusados com um pistoleiro da região, que foi morto durante um tiroteio. O assassino de aluguel usava a mesma arma utilizada para matar o líder comunitário, conforme comprovação de exames de balística.

Na defesa, os pronunciados negaram ter qualquer participação no homicídio de José Maria Filho. Os quatro foram denunciados por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima). A decisão foi publicada no Diário da Justiça no último dia 19.”

(Site do TJ/CE- Foto – Reprodução de TV)