Blog do Eliomar

Simplesmente Edilmar Norões

Com o título “Edilmar Norões”, eis artigo do empresário e escritor João Soares Neto. Ele faz uma homenagem à memória do jornalista e radialista que nos deixou neste mês. Confira:

Familiares, colegas e amigos já disseram do pesar pela morte de Edilmar Norões, espécie de embaixador informal do Sistema Verdes Mares de Comunicação e, quiçá, do próprio Grupo Edson Queiroz.

O profissional Edilmar, além do citado acima, era parte dos “móveis e utensílios” do grupo, pau para toda obra, afora sua função de diretor de programação na área de televisão e de consagrado colunista de política no jornal Diário do Nordeste.

Por sua forma gentil e agregadora de ser, conseguia transitar em todos os vieses da complicada vida política do Ceará, sem esquecer de, vez por outra, acercar-se do Congresso Nacional.

Veio jovem do Crato onde fazia radiofonia. Era natural de Barbalha, ali ao lado.

Ano passado, estive no Cariri e de lá liguei para o Edilmar. Esticara até Barbalha, onde, não por acaso, na praça da Igreja Matriz havia uma programação completa do Sistema Verdes Mares. Ao som de um baião, puxado por sanfona, triângulo e zabumba, disse-lhe que estava, com alegria, em sua terra. Rimos juntos.

O seu par com Lucila, não era para inglês ver. Maturado com o raro condão de amor e de companheirismo que os tornava um casal verdadeiro, iluminado com bodas de ouro. O desvelo especial com Edilmar Jr., era equilibrado com o afeto aos filhos Paulo César, Carlos Eduardo, Cláudia, Kika e Clice que lhes deram os netos Tiago, Rodrigo, Lucila, Leo e Felipe e já chegavam aos bisnetos Maria Eduarda e Davi.

Mais não digo, por desnecessário lembrar o que bem sabe sua grei de amigos, unidos em prece por sua alma.

* João Soares Neto.