Blog do Eliomar

O Ministério Público do Trabalho, a Ebserh e o grupo ameaçado de demissão

hospital_universitario_walter_cantidio_huwc

O tempo passa, o tempo voa e a Ebserh, nova gestora do Hospital Universitário Walter Cantídio e da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, continua sem abrir diálogo com os cerca de 700 funcionários do sistema ameaçados de demissão.

O caso, no momento, parou na Justiça. Há liminar evitando a demissão em massa desse grupo.

Exige-se, no entanto, uma solução para o impasse. Tanto para deixar a Ebserh em condições de operar sem problemas, como para tranquilizar as famílias desse pessoal.

Não é possível que o legalismo prevalecerá sobre o espírito de humanidade?