Blog do Eliomar

Escola pública de Maracanaú ganha prêmio nacional na área da educação inclusiva

Escola José Dantas Sobrinho em Maracanaú conquistou o 1° lugar no Prêmio Nacional Desenvolvimento Educacional Inclusivo: A escola no enfrentamento das desigualdades sociais, com o tema: O protagonismo juvenil no contexto sociocultural. A premiação é uma iniciativa do Ministério da Educação por meio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI), em conjunto com a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e patrocínio da Fundación Mapfre. O objetivo é identificar experiências de gestão voltadas ao desenvolvimento inclusivo de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social.

“Esse prêmio é o reconhecimento de um trabalho colaborativo feito por uma equipe de professores dedicados e unidos, inseridos na realidade de uma escola da periferia de Maracanaú. O projeto ensina a prática de respeito, solidariedade e assim contribui para minimizar as desigualdades existentes no contexto escolar e combater as situações de risco a que muitos estão expostos”, comenta Regina Aparecida da Silva, professora do Atendimento Educacional Especializado (AEE).

Neste ano, a homenagem aconteceu em Fortaleza durante o Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME). Seis municípios do país foram selecionados entre as categorias: Escola e Secretaria. A premiação foi em dinheiro, e o primeiro lugar recebeu o convite para participar de um intercâmbio na Finlândia, com o intuito de trocar experiências inclusivas.

Essa é a segunda vez que a Escola José Dantas Sobrinho é ganhadora deste prêmio. Em 2011, a unidade ficou em 2º lugar com um estudo de caso de um aluno com paralisia cerebral na escola.