Blog do Eliomar

AMC vai ampliar fiscalização nas ciclofaixas

A fiscalização eletrônica de infrações em ciclofaixas será ampliada em Fortaleza. De acordo com a Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), até maio os equipamentos que fazem os registros das infrações devem ser homologados e, até abril, a nova funcionalidade será implantada na avenida Domingos Olímpio. Atualmente, apenas a avenida Beira Mar possui fiscalização eletrônica integral na ciclofaixa, registrando veículos que estacionam e circulam irregularmente no espaço.

A intensificação nas ações de segurança da rede cicloviária acompanham o aumento de ciclovias e ciclofaixas da Capital. Até julho, serão 50 novos quilômetros (km) na malha cicloviária, totalizando 249 km em toda a Cidade. Algumas das vias contempladas serão parte do Anel Cicloviário, que fará a ligação de todas as regiões da Cidade. Ao todo, serão 46 km da estrutura, que deve ser concluída até o fim de 2018.

As ações do Programa de Expansão da Infraestrutura Cicloviária foram anunciadas pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), na tarde de ontem, na sede da AMC. “Essas ações estimulam o uso da bicicleta e melhoram a política de segurança viária, reduzindo o número de acidentes”, considerou.

De acordo com ele, houve uma redução de 36% para 16% no número de acidentes fatais com bicicletas em Fortaleza, no último ano.

Avenida Antônio Sales, nas proximidades do Parque do Cocó, fará parte do Anel Cicloviário - a ser concluído no fim de 2018
Avenida Antônio Sales, nas proximidades do Parque do Cocó, fará parte do Anel Cicloviário – a ser concluído no fim de 2018

Anel Cicloviário

A primeira fase do projeto do Anel Cicloviário, que foi dividido em quatro trechos, fará a ligação da avenida Santos Dumont com a Praia do Futuro (2,3 km) e do Cocó com a Santos Dumont (2,2 km). A avenida Castelo Branco (entre a rua Jacinto Matos e a avenida Pasteur – 1,5 km) também passará a ter estrutura cicloviária.

(O POVO)