Arquivos mensais: setembro 2017

Camilo entrega base do BPRaio de Maracanaú

O governador Camilo Santana (PT) entregou, na manhã deste sábado, em Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza), uma base fixa do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). O efetivo da unidade contará com 56 policiais militares.

É a primeira base fixa do BPRaio no cronograma de implantação do grupamento motorizado para cidades acima de 50 mil habitantes no estado, informou o governador.

O BPRaio em Maracanaú contará com 56 policiais, 24 motos e duas carros da polícia. O investimento em veículos, equipamentos e na sede da unidade é superior aos R$ 2 milhões.

(Foto  Facebook do Goernador)

Acquario do Ceará: mais um capítulo

Editorial do O POVO neste sábado (23) aponta que grupo chinês pode firmar parceria com o Governo do Estado para seguimento às obras do Acquario. Confira:

A viagem do governador do Estado, Camilo Santana, à China, trouxe novamente à tona o debate sobre o Acquario do Ceará. A obra, concebida em 2008, e com a construção iniciada em 2011, sempre foi cercada de polêmicas. Herdada por Camilo da administração anterior, de Cid Gomes, a construção foi orçada inicialmente em R$ 450 milhões, dos quais cerca de R$ 130 milhões já foram consumidos. Até hoje o empreendimento está inconcluso, tendo sido suspenso o contrato com a empresa americana ICM-Reynolds, responsável pela parte técnica do empreendimento.

Em Pequim, Camilo reuniu-se com o grupo chinês Fosun Internacional Limited, com o qual, segundo o governador, está sendo estudada “parceria” para dar seguimento às obras. As informações dão conta de que seria formado um grupo de estudo, com representantes da empresa e do governo, para estabelecer os termos desse acordo. O governador mostra-se confiante no sucesso da parceria, dizendo que os empresários chineses já conhecem o Ceará e que ficaram “animados com negócio”.

Em 2016, Camilo Santana garantiu que não gastaria mais “nenhum dinheiro” do governo com o Acquario e passaria a buscar parcerias privadas: “Não dá mais pra gastar dinheiro público nessa obra”. Pelo que se vê, uma parte da promessa está sendo cumprida. A outra, de não mais investir dinheiro público no aquário, ainda está por se ver. E isso vai depender do tipo de acordo que o governo vai propor aos empresários chineses – e de estes aceitarem as condições do governo. Se o acordo prosperar, talvez uma obra gigantesca que começou sem planejamento adequado e sem plano de negócios, possa encontrar um caminho que reduza prejuízos.

Para o bem do Ceará, seria interessante que a parceria desse resultado, e que, de fato o negócio fosse feito sem a necessidade da inversão do dinheiro público, economizando recursos que poderiam ser mais bem aplicado em setores nos quais a necessidade é mais urgente, como saúde, educação e segurança.

Casa de Vovó Dedé faz bazar beneficente com produtos apreendidos pela Receita Federal

Equipamentos eletrônicos, aparelhos celulares, roupas, materiais escolares, artigos de decoração, artigos de pesca, perfumes, cosméticos, dentre outros produtos doados pela Receita Federal poderão ser adquiridos no Bazar Beneficente da Casa de Vovó Dedé, na CE-090, km 1, nas proximidades do Atacadão da Caucaia, até domingo (1º), das 8 às 17 horas.

Toda a arrecadação será revertida para projetos da Casa de Vovó Dedé, entidade civil sem fins lucrativos, fundada há 14 anos, que promove o desenvolvimento humano, pessoal e profissional, por meio da arte, cultura e educação de crianças e jovens de 6 a 29 anos em situação de vulnerabilidade social.

Caixa reduz para 50% limite para financiamento de imóveis usados

A partir desta segunda-feira (25), os mutuários terão mais dificuldade em financiar a compra de imóveis usados. A Caixa Econômica Federal reduziu para 50% do valor do imóvel o limite máximo de financiamento. Atualmente, os clientes poderiam financiar até 60% ou 70% do montante dependendo do tipo de linha de crédito contratada.

A redução vale para todas as modalidades, como Minha Casa Minha Vida, empréstimos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (que usa recursos da poupança).

Em nota divulgada na noite dessa sexta-feira (22), o banco informou que o novo limite vigorará para as futuras operações de crédito. As propostas em análise entregues até esta semana continuarão a operar sob os limites antigos, caso o empréstimo seja liberado.

Responsável por 70% do crédito imobiliário no país, a Caixa informou que a redução dos limites ajusta o capital disponível da instituição financeira às condições do setor, cujo volume de crédito está crescendo neste ano. De maio a julho, o valor das concessões de financiamentos com juros regulados – como os imobiliários – somou R$ 2,4 bilhões, alta de 24% em relação ao trimestre anterior (fevereiro a abril).

(Agência Brasil)

Quem ganha com o descrédito

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (23), pelo jornalista Érico Firmo:

A campanha presidencial deverá estar em pleno curso dentro de um ano e a incerteza só aumenta, à medida que a eleição se aproxima. O descrédito dos potenciais candidatos ficou escancarado pela pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta semana. Nenhum candidato tem rejeição abaixo de 50% e o líder em todos os cenários está seriamente ameaçado de ser impedido pela Justiça de concorrer.

Na terça-feira, no Live Política, transmissão ao vivo no perfil do O POVO Online no Facebook, o colega Ítalo Coriolano me perguntou se essa rejeição dos candidatos sugere que o futuro presidente da República pode não ser nenhum dos postulantes que estão aí colocados. É uma possibilidade, sim. Respondi a ele que o cenário está pavimentado para o aparecimento de uma novidade, algo diferente.

O problema é que o tempo para surgir uma novidade fica cada vez menor. No âmbito nacional, um candidato só é viável se tiver estrutura capilarizada, alianças nos rincões, estrutura em todo o País. Não dá para aparecer do dia para a noite.

Porém, a saída para o impasse pode não necessariamente ser uma novidade. Num cenário de desgaste do poder, como ocorre hoje, a oposição tende a capitalizar o sentimento de rejeição. Porém, quando a desacreditação é total dos candidatos e atinge também os opositores — chega ao sistema político inteiro — e nenhuma novidade consegue sobressair, quem pode sair ganhando é o governo. Se todos são rejeitados, a força da máquina pode ser o diferencial capaz de induzir o voto. Se tanto faz um como o outro, na visão do eleitor, essa concepção pode ajudar quem tem a caneta para conceder benefícios de imediato à população.

Tal realidade se torna muito mais improvável diante do grau de desgaste do governo Michel Temer (PMDB). Ultrapassou-se o patamar no qual o governo é impopular. Os índices atuais são completamente ridículos. Dilma Rousseff (PT) tinha o recorde anterior de impopularidade. Nessa última pesquisa, Temer tem a metade do índice de ótimo e bom obtido por ela, que já era vergonhoso. Então, a de se considerar que o governo está num patamar de desacreditação sem precedentes. Não é situação normal.

Estivesse o governo Temer um pouquinho melhor, teria condições de influenciar as eleições de maneira bastante significativa. Nem precisava ser muito mais popular. Não precisava ser amado. Bastava ser pouquinha coisa menos odiado e já teria cenário ao seu feitio. Fosse impopular no nível em que foi um José Sarney (PMDB), um Fernando Henrique Cardoso (PSDB) no fim de seu mandato, já estaria em boa posição. Ocorre que a situação de Temer é ruim sem qualquer precedente.

Mesmo assim, a economia dá sinais tímidos de recuperação. O PIB voltou a crescer, embora muito discretamente. Caso haja melhora contínua nos próximos 12 meses, quem sabe o governo terá capacidade de fazer a diferença a favor de um candidato que apoie. Nem precisa de muita coisa. Com a máquina, os braços do governo espalhados por todo o País e o financiamento costumeiramente generoso para candidatos de situação, se for capaz de levar seu candidato a algo em torno de 18% a 20%, já estará na briga pelo segundo turno. E, no segundo turno, tudo pode acontecer.

De modo que, por mais que a situação de Temer seja tenebrosa, ainda é possível que o governo consiga emplacar o sucessor. Provável não é, no cenário de hoje. Mas, possível é. O presidente dá sinais de que tem essa compreensão.

Uma das muitas dificuldades para ele está no fato de que, apesar da melhora do PIB, não houve retomada do investimento. Sinal de que ainda há muita desconfiança. E, sem investimento, não tem jeito de o País crescer de forma sustentável e continuada. Sem crescimento e retomada de emprego, não tem como o governo melhorar a avaliação.

A agenda de reformas profundamente impopulares complica ainda mais.

E nos 77 anos de Michel Temer, neste sábado…

Código de Trânsito faz 20 anos, mas acidentes fatais ainda geram preocupação

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) completa neste sábado (23) 20 anos. Criado pela lei 9.503, o CTB tem 341 artigos e 688 resoluções inseridas ao longo do tempo, na tentativa de se buscar uma perfeição de normas.

Mesmo considerada boa por especialista, a legislação ainda não tem sido suficiente para tirar o Brasil de uma posição nada invejável no ranking mundial de mortes no trânsito: o quarto lugar, depois da China, Índia e Nigéria.

Os dados oficiais mais recentes do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, são de 2015, quando 38.651 morreram vítimas de acidentes de trânsito. Esse número foi 11% inferior a 2014, mas ainda elevado e em ritmo lento diante do propósito de um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), que é reduzir as ocorrências à metade no fechamento da década, em 2020.

Os casos envolvendo automóveis caíram 23,9% e os óbitos por atropelamentos, 21,5%. Já os registros referentes a motociclistas diminuíram com intensidade menor (4,8%).

De acordo com esse relatório, o estado de São Paulo foi o que mais conseguiu reduzir o número de vítimas fatais ao passar de 7.303 (em 2014) para 6.134 (em 2015), uma baixa em termos absolutos de 1.169 óbitos.

Em seguida aparece o Rio de Janeiro (de 2.902 para 2.193), o que significa 709 mortes a menos, e Bahia, onde 2.265 pessoas perderam a vida em 2015, ante 2.737, em 2014, uma diferença de 472.

Para o Ministério da Saúde, essa redução “pode estar relacionada à efetividade das ações de fiscalização após a Lei seca”, implantada há 9 anos. Em suas considerações, a pasta destaca que, “além de mudar os hábitos dos brasileiros, a lei trouxe um maior rigor na punição e no bolso de quem a desobedece”.

(Agência Brasil)

PT diz que candidatura de Lula é irrevogável

Em nota enviada ao Blog, o Partido dos Trabalhadores (PT) reafirma a opção irrevogável pela candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de 2018, segundo Resolução aprovada na reunião do Diretório Nacional do partido. Confira:

Não há dúvida de que eleição sem Lula é fraude! O ataque a Lula configura um ataque à democracia brasileira, especialmente, ao direito inviolável de escolha da cidadã e do cidadão.

As espetaculares manifestações de apoio popular à caravana “Lula Pelo Brasil”, em sua passagem pelo Nordeste, confirmam o que as pesquisas já indicavam: Lula é a única liderança política capaz de mobilizar a esperança do povo na retomada da democracia, do desenvolvimento e das conquistas sociais.

Mega-Sena poderá pagar R$ 30 milhões neste sábado

O concurso 1.971 da Mega-Sena poderá pagar uma premiação R$ 37 milhões neste sábado (23), segundo estimativa da Caixa Econômica Federal (CEF). As apostas podem ser feitas até as 19 horas, em shoppings e em grandes supermercados que abrigam agências lotéricas, e, até o meio-dia, em agências lotéricas localizadas em ruas e avenidas. A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 3,50.

Sobral se prepara para o centenário da Teoria da Relatividade

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (23):

O presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), o físico Ildeu de Castro Moreira, professor da UFRJ, esteve em Fortaleza nesta semana. Reuniu-se com representantes do Governo do Estado e da Prefeitura de Sobral para tratar do centenário da confirmação da Teoria da Relatividade de Einstein, que teve como palco a cidade de Sobral, em maio de 1919.

Uma série de eventos científicos está sendo planejada, em Sobral, com a participação de cientistas internacionais.

O lançamento dos festejos deve ocorrer ainda neste ano. Ontem, o professor Ildeu se reuniu com a vice-governadora Izolda Cela, o secretário Inácio Arruda, o professor Tarcísio Pequeno (Funcap) e o prefeito de Sobral Ivo Gomes. Na quinta-feira (21), Ildeu proferiu palestra na sede da Adufc.

Sobral já tem o Museu do Eclipse em homenagem à confirmação dos pressupostos científicos da teoria da relatividade.

A Charge do Clayton

Eduardo Carnelós assume defesa de Temer

O responsável pela defesa do presidente Michel Temer na segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República na Câmara dos Deputados será o criminalista Eduardo Carnelós. O advogado Antônio Cláudio Mariz deixou a defesa do presidente – foi Mariz quem conduziu a defesa de Temer na primeira denúncia feita pela PGR – ao alegar conflito ético, uma vez que já havia defendido no passado o doleiro Lúcio Funaro, um dos delatores da nova denúncia.

A nova denúncia acusa Temer dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. A denúncia foi entregue na quinta-feira (21) na Câmara, mas a tramitação só se inicia na próxima semana. O primeiro passo será a leitura da denúncia no plenário, o que só pode ocorrer em sessão com quórum de, no mínimo, 51 deputados. Por esse motivo, a peça não foi lida nessa sexta-feira (22), diante da presença de apenas dois deputados.

O presidente Michel Temer tem até dez sessões para apresentar a defesa na Comissão de Constituição e Justiça. Enquanto apresenta a defesa, o presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), deverá definir o relator da proposição. Após apresentação da defesa, a CCJ tem até cinco sessões para elaborar e votar o parecer, que poderá ser pela aceitação ou arquivamento da denúncia. De toda forma, a decisão final sobre a abertura ou não de investigação contra o presidente da República cabe ao plenário da Câmara.

(Agência Brasil)

Empates de Juventude e Oeste animam Vozão

Sem possibilidade ainda de retornar ao G4, nesta 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Ceará poderá voltar a bater à porta do grupo de acesso à Série A do próximo ano, na noite deste sábado (23), a partir das 19 horas, no Castelão, diante do Brasil de Pelotas.

Na noite dessa sexta-feira (22), o Vozão foi favorecido pelos empates do Oeste (0 a 0 Luverdense, em Mato Grosso) e do Juventude (0 a 0 Boa Esporte, em Caxias do Sul). Diante de sua torcida, o time gaúcho desperdiçou a chance de retornar ao G4.

Caso consiga a vitória, o Ceará ficará apenas a um ponto do Vila Nova, quarto colocado na tabela de classificação, com 42 pontos.

Na partida de logo mais, o Vozão tem a seu favor os maus resultados do Brasil de Pelotas em jogos fora de casa. A equipe gaúcha acumula oito derrotas em 12 partidas, além da pior defesa fora de seus domínios, com incríveis 25 gols sofridos, uma média de 2,08 gols por jogo. O time de Pelotas também possui o segundo pior ataque fora de ataque, com apenas oito gols, média de 0,3 por partida.

Na primeira fase, em Pelotas, o Ceará venceu por 3 a 2 (foto). No ano passado, no Castelão, o Vozão goleou por 3 a 0.

Há 78 anos morria o neurologista austríaco Sigmund Freud

Gilmar Mendes mantém presos os irmãos Joesley e Wesley Batista

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes negou nessa sexta-feira (22) o pedido de liberdade aos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F, presos preventivamente na semana passada por uma decisão da Justiça Federal em São Paulo.

A soltura dos acusados foi decidida pelo ministro no caso em que os irmãos Batista são acusados crime de insider trading [informação privilegiada], sob a suspeita de usarem informações obtidas por meio de seus acordos de delação premiada, para venderem e comprarem ações da JBS no mercado financeiro.

Na decisão, Gilmar Mendes entendeu que o habeas corpus não pode ser analisado pelo STF antes da uma decisão de mérito de outros pedidos que estão em tramitação nas instâncias inferiores da Justiça.

(Agência Brasil)

Produção humana na indústria de serviços de asseio e conservação recebe destaque em congresso na Alemanha

A automação e os efeitos da Indústria 4.0 sobre gerenciamento de relacionamento, recrutamento, processo e desempenho de serviços nos negócios é o tema do 22º Congresso Mundial da Indústria de Limpeza, que ocorre em Berlim, na Alemanha.

O Grupo Servnac, empresa cearense, marca presença no evento que expõe como maiores desafios os processos de adaptação das empresas e de organização do trabalho em direção a um modo de operação mais digitalizado – nos requisitos de segurança e proteção de dados.

O encontro oferece oportunidade aos participantes para descobrirem as últimas tendências em gestão de edifícios. A principal tendência são as máquinas estarem conectadas à internet, medindo a produção humana na indústria de serviços de asseio e conservação.

Dentre os temas discutidos durante o congresso, destacam-se: estratégias digitais para o serviço de construção de empreiteiros; efeitos de tecnologias disruptivas; ambiente de trabalho e direito do trabalho na era da digitalização; conhecimento e educação através da digitalização; processos de compras digitais e consequências da digitalização no serviço, processos e desempenho.

(Foto: Divulgação)

Caso da estudante de Jornalismo, vítima de racismo em Aracaju, ganha debate em duas comissões na Câmara Federal

O caso da estudante de Jornalismo na Universidade Tiradentes (Unit), em Aracaju, Thamires Menezes, 20, vítima de preconceito à raça, à etnia e às características físicas, será debatido na terça-feira (26) pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e pela Comissão de Educação da Câmara Federal.

O debate foi provocado pela deputada Rosangela Gomes (PRB-RJ), que acredita que a “discussão desse episódio específico proporcionará o debate de medidas capazes de prevenir e combater o racismo nas escolas, abrangendo desde o fortalecimento de políticas públicas até o estímulo à prática de atividades pedagógicas sistemáticas nas escolas das redes públicas e privadas de educação”.

Em junho deste ano, o professor da disciplina Comunicação e Expressão Oral – técnicas de dicção – teria dito em sala de aula que o tipo de penteado da estudante não servia para ser âncora de telejornal, na melhor das hipóteses uma repórter ou moça do tempo.

Apesar de não ser especialista na área de Jornalismo – o professor é fonoaudiólogo -, o docente alegou que o cabelo da estudante chamaria mais atenção que a notícia.

A estudante alega que foi desestimulada pela Coordenação do Curso de Comunicação Social e pela própria direção da Unit a desistir da denúncia, pois não teria ocorrido “racismo ou injúria na aula”.

A estudante alega, ainda, que os colegas da disciplina passaram a tratá-la com indiferença, depois que o professor passou a se reunir com os estudantes, fora da sala de aula.

(Com agências / Foto: Reprodução)

Secretários de Fortaleza apresentam em Singapura projetos nas áreas de transporte público e resíduos sólidos

A secretária de Infraestrutura, Manuela Nogueira, e o secretário de Conservação e Serviços Públicos, João Pupo, embarcam para Singapura, nesta sexta-feira (22), a convite do governo do país localizado no Sudeste Asiático.

Os gestores irão participar de dois eventos realizados em parceria com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), o Latin America Bussines Exchange e Latin America Bussines Forum, quando apresentarão dois projetos inéditos, a serem implantados em Fortaleza, nas áreas de transporte público e resíduos sólidos.

Tiros assustam moradores da Aldeota na tarde de hoje

A Polícia procura identificar e prender um assaltante que ficou ferido no pé, após uma troca de tiros na tarde desta sexta-feira (22), em frente a uma escola na rua Monsenhor Catão, na Aldeota.

Segundo a Polícia, o suspeito teria roubado a arma de um segurança da escola, mas foi surpreendido por um suposto policial que teria ido buscar o filho na escola. Foi o comparsa do assaltante ferido quem trocou tiros com o suposto policial.

Os suspeitos fugiram em uma moto. A Polícia procura nos hospitais algum paciente com um tiro no pé.

(Foto: Reprodução)