Blog do Eliomar

CNBB pede povo nas ruas contra a corrupção

51 2

Dom Sérgio da Rocha é o presidente da CNBB.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou uma nota um dia depois da sessão da Câmara dos Deputados que impediu a investigação do presidente Michel Temer por obstrução à Justiça. A entidade condena a “barganha na liberação de emendas parlamentares pelo governo” e faz um alerta sobre a situação social e política do País.

De acordo com a CNBB, existe um divórcio entre a classe política e a sociedade brasileira.

“A barganha na liberação de emendas parlamentares é uma afronta aos brasileiros”, atestam os líderes religiosos. Eles acrescenta que a retirada de indispensáveis recursos em áreas como saúde, educação e programas sociais “aprofunda o drama da pobreza de milhões de pessoas”. “O divórcio entre o mundo político e a sociedade brasileira é grave”, diz a nota.

Em outro trecho, a nota da CNBB lança um apelo: “É grave tirar a esperança de um povo. Urge ficar atentos, pois situações como esta abrem espaço para salvadores da pátria, radicalismos e fundamentalismos que aumentam a crise e o sofrimento, especialmente dos mais pobres, além de ameaçar a democracia no País.”

Os líderes da CNBB ressaltam ainda que “só uma reação do povo, consciente e organizado, no exercício de sua cidadania, é capaz de purificar a política, banindo de seu meio aqueles que seguem o caminho da corrupção e do desprezo pelo bem comum”.