Blog do Eliomar

MTST deixa triplex do Guarujá após quatro horas

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) deixaram, após cerca de quatro horas de invasão, o tríplex do Guarujá, no litoral paulista, no início da tarde desta segunda-feira. A informação é do O Globo. Foi este imóvel que levou o ex-presidente Lula para a prisão, condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

No início da tarde, a Polícia Militar informou aos sem-teto que poderia ser obrigada pela Justiça a cumprir a reintegração de posse e pediu que eles se retirassem voluntariamente. O MTST decidiu, então, sair do imóvel pacificamente. Cerca de 50 pessoas participaram da invasão.

O grupo chegou ao imóvel por volta das 8h30min para protestar contra a prisão de Lula. A saída ocorreu pouco depois das 12 horas. De acordo com a sentença de condenação na Lava-Jato, o tríplex foi um presente da OAS ao ex-presidente como contrapartida por contratos celebrados com a Petrobras.

Segundo a polícia, como houve danos à propriedade durante a invasão, será necessário registrar um boletim de ocorrência. Embora advogados do movimento tenham dito que não houve violência na ocupação, moradores relataram que os manifestantes forçaram a entrada pela garagem. A PF vai apurar o caso, já que o imóvel está sob custódia da Justiça Federal.