Blog do Eliomar

Frieza russa sabe chorar… de alegria

Os russos mostraram na tarde deste domingo (1º), diante da Espanha, que a falta de sentimento é coisa de “guerra fria”. No estádio Luzhniki, em Moscou, com mais de 78 mil torcedores, os russos choraram com a classificação às quartas de final da Copa do Mundo, nas cobranças de pênalti, após empate em 1 a 1 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação. Enquanto os russos converteram as quatro cobranças – não foi preciso a quinta -, os espanhóis perderam duas cobranças.

O herói da partida foi o goleiro russo Akinfeev, que defendeu duas cobranças na decisão por penalidades, além de outras boas defesas durante a partida.

A Rússia volta a campo no sábado (7), diante do vencedor de Croácia e Dinamarca, que se enfrentam às 15 horas deste domingo.

(Foto: Reprodução)