Blog do Eliomar

Lira Neto – Um apelo contra a intolerância

Eis o que comenta sobre o cenário brasileiro de intolerância o escritor e jornalista Lira Neto. Confira:

Imaginei que, deus do céu, quando a violência política saísse das redes e chegasse às ruas, o país finalmente acenderia o definitivo sinal de alerta contra o pesadelo crescente. Quando suásticas fossem pintadas em muros, impressas a sangue nos corpos, seria chegada a hora de todos concentrarmos esforços para reavaliar nossa insanidade coletiva. Quando, no limite da loucura, matassem alguém, a nação enfim cairia em si, aterrorizada consigo mesma.

Pois bem. Nada disso parece deter o avanço da tragédia. Chegamos a esse ponto inacreditável: espanca-se, agride-se, mata-se. Diariamente, sem pudor e sem remorsos, à luz do dia, por motivações partidárias, eleitorais, mesquinhas. Insufla-se, alimenta-se, propaga-se o ódio ao outro, a perseguição física ao adversário, o extermínio das minorias. Semeia-se o medo. O nome disso é terrorismo.

E ainda assim, há quem não se escandalize, pregue a neutralidade, argumente que estamos entre dois “extremismos idênticos”. De omissão em omissão, mergulharemos no abismo irremediável de nosso próprio inferno civilizatório.

Há tempo de evitar a hecatombe. Depende de quanta dose de razão, bom senso e desprendimento ainda reste em cada um de nós.

*Lira Neto

Escritor e jornalista.

(Foto – A Tribuna)