Blog do Eliomar

Que tal um ‘plano real’ contra a corrupção?

77 1

Com o título “Um plano real contra a corrupção”, eis artigo de Pedro Henrique Chaves Antero, cientista político e professor universitário. Ele aborda o tema corrupção, exalta o papel de Sergio Moro, futuro ministro da Justiça, e defende Bolsonaro. Confira:

A ideia de um plano real contra a corrupção tem inspiração em matéria do jornal eletrônico “Crusoé”, de Diogo Mainardi. Ele propõe a criação de uma marca histórica do governo Bolsonaro contra a corrupção, semelhante ao que fez Itamar Franco em relação à moeda brasileira.

Muitos são os defensores da corrupção no Brasil, assim como diversos são os tons da esquerda brasileira. Segundo certo político cearense, “a esquerda não é uma coisa só. E recuperar o conceito de progressista passa necessariamente por se diferenciar do PT. O PT contaminou o conceito de esquerda no Brasil pelo protagonismo na corrupção”.

Sérgio Moro tem as credenciais para reduzir a corrupção a nível aceitável, como em outros países do mundo. Em longa entrevista concedida, anteontem, à imprensa do Brasil, Moro desenhou em linhas gerais as ações a serem desenvolvidas no Ministério da Justiça e Segurança Pública, revelando, porém, que a prioridade será voltada para a corrupção e o crime organizado.

Em oposição a Bolsonaro, o PT estará preparado para obstruir as votações do Congresso Nacional, se contrapondo às medidas saneadoras da vida política no Brasil. Eles não irão lutar pelo Brasil, mas unicamente pela libertação de Lula, em parceria com alguns membros do STF que já perderam a credibilidade junto à população brasileira.

Aliado ao PT, encontra-se FHC. Sem maiores explicações, já cavou trincheira anti-Bolsonaro e declarou que “o novo presidente vai prejudicar a imagem do Brasil”. Esqueceu-se o ex-presidente, entretanto, que a imagem do Brasil não só já está prejudicada, mas inteiramente destruída pelos incalculáveis furtos realizados pelos governos de Lula e Dilma, em parceria com o MDB. Além disso, o PSDB está ferido de morte pela postura aética de alguns dos seus membros.

A corrupção já está sendo enfrentada, com sucesso, pela Lava Jato e poderá receber um golpe mortal ao cabo de quatro anos. O Brasil vai mudar e, com certeza, o Brasil inaugurará um novo plano real, desta feita, contra a corrupção.

*Pedro Henrique Chaves Antero

Professor de Ciências Políticas

phantero@gmail.com