Blog do Eliomar

Agente penitenciário diz que autoridades foram alertadas sobre crescimento das facções nos presídios

Em artigo sobre o movimento das facções nos presídios cearenses, o presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Ceará, Valdemiro Barbosa, afirma que, desde 2012, as facções se fortalecem nos presídios do Estado. Confira:

Somos favoráveis ao restabelecimento da ordem e disciplina no sistema penitenciário cearense, tanto que nossa categoria sempre alertou as autoridades sobre a falta de investimentos e a maneira equivocada no gerenciamento governamental do sistema. A ausência de políticas públicas eficazes no sistema prisional cearense permitiu que as facções se organizassem, potencializando o crime – fato que causa medo entre os cidadãos.

Recordo que, no ano de 2012, os agentes penitenciários já alertavam os gestores da pasta sobre detentos faccionados, mas as informações foram ignoradas pelas autoridades.

Também reivindicamos a criação de uma secretaria de administração penitenciária (SEAP) direcionada exclusivamente para tratar das demandas carcerárias mas, somente após décadas, a pauta saiu do papel. A nomeação do secretário Mauro Albuquerque, que tem perfil operacional, veio no momento que a equipe penitenciária mais desejava mostrar coragem e bravura. Horas após os bandidos deflagrarem ações de vandalismo e terror, o titular da pasta percebeu a disposição da categoria no combate ao crime organizado.

Estamos preparados para o enfrentamento, somos defensores do bem, todavia, vale ressaltar que é necessário investir no sistema penitenciário cearense para que o processo se torne permanente. Já comunicamos ao governo que o ideal, com base na massa carcerária, seria a contratação de mais 3000 mil agentes, problema que pode ser resolvido com o chamamento imediato do cadastro de reserva e retificando o edital do último concurso público.

Também necessitamos de armamento moderno e munição em números suficiente; viaturas; equipamentos de segurança ; acautelamento de pistolas para todos os agentes e a construção de presídios regionais. Estamos retomando o controle das prisões no Ceará, mas precisamos continuar nesse mesmo caminho, porém, o governo deve estar sensível as demandas aqui apresentadas, garantindo o bem-estar social e condições básicas de segurança para todos os agentes penitenciários.

Valdemiro Barbosa

Presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE)