Blog do Eliomar

Sem trégua contra o crime

178 4

Em artigo no O POVO deste domingo (10), o governador Camilo Santana diz que a determinação é não dar trégua ao crime, “que criminosos sejam tratados como criminosos”. Confira:

Desde que assumi a honrosa missão de governar o Ceará, em 2015, tenho dedicado todos os esforços para ajudar nosso Estado a superar os desafios e transformar, para melhor, a vida dos cearenses, sobretudo daqueles que mais precisam.

Foi assim que, mesmo em meio ao conturbado cenário nacional, conseguimos vários avanços nos últimos anos, inclusive tornando o Ceará modelo em áreas como a Educação, Gestão de Recursos Hídricos e Gestão Fiscal.

Somos, por quatro anos seguidos, o Estado que mais fez investimentos públicos no Brasil, proporcionalmente à nossa economia. Isso significa a construção de mais escolas, estradas, equipamentos de saúde, lazer e segurança para a população.

E uma das áreas mais sensíveis, cujos esforços nossos têm sido ainda maiores, é a segurança pública que, aliás, é hoje o maior desafio enfrentado por todos os estados brasileiros e pelo governo federal. O Brasil inteiro tem sofrido nos últimos anos com a proliferação de grupos criminosos, cada vez mais ousados e violentos, que atormentam as pessoas de bem.

Neste início do ano, após todo um período de planejamento e preparação, com a contratação de dez mil profissionais e muito investimento em equipamentos e inteligência, partimos para a mais arrojada ação contra o crime organizado, que atua dentro e fora dos presídios. A partir da criação da nova Secretaria de Administração Penitenciária, em parceria com a Secretaria de Segurança, demos início a uma série de medidas, duras e necessárias, para sufocar o crime e reorganizar o sistema penitenciário, reforçando a disciplina, cortando a comunicação, fechando cadeias vulneráveis, e isolando e transferindo para penitenciárias federais os principais chefes de grupos criminosos.

A reação a essas duras medidas foi a deflagração de uma série de ataques criminosos com o intuito de assustar a população e intimidar o Estado. Um grande erro. A resposta do Ceará a esses atos, que se assemelham a ações terroristas, foi reforçar ainda mais a nossa estrutura de segurança, com novas contratações de pessoal, criação de novas leis anticrime, além do importante reforço de tropas federais e estados parceiros. O resultado foi a prisão e punição de centenas de criminosos que buscaram atentar contra a sociedade.

Tenho acompanhado pessoalmente todas as ações de nossas forças de segurança desde o primeiro dia, e minha determinação tem sido de não dar trégua ao crime. Muito pelo contrário. Tenho insistido que criminosos sejam tratados como criminosos, com todo o rigor e dentro da lei, sem acordos ou regalias. E para isso, nossos profissionais de segurança contam com todo meu apoio e minha confiança.

Por outro lado, reforço que, nessa luta contra o crime organizado, que é um problema nacional, é imprescindível que o governo federal assuma a responsabilidade de coordenar as ações e apoiar os estados e municípios. Que cumpra seu papel constitucional de proteger nossas fronteiras e combater o tráfico de drogas e armas, que alimenta o crime organizado, que nasceu em SP e RJ, e se espalhou por todo o Brasil.

De nossa parte, aqui no Ceará, não toleramos jamais que criminosos imponham a sua lei contra o Estado e contra a população. Seremos cada vez mais firmes no combate ao crime e na nossa missão de defender as famílias cearenses.

Tenho absoluta convicção de que as dificuldades que o Ceará passou agora com esses ataques covardes, causando o sofrimento sobretudo da população mais pobre, não serão em vão. Esse combate implacável à criminalidade, imposto pelas nossas forças de segurança, com o importante apoio da Justiça, serão a garantia de que teremos um Estado mais seguro e ainda melhor de se viver.

O momento é, cada vez mais, da união de todas as forças em prol da população cearense. Questões políticas ou partidárias devem ser colocadas de lado, e deve prevalecer, sempre, o bem maior da população.

Os desafios são grandes, mas nossa determinação e coragem para vencer são muito maiores.

Camilo Santana

Governador do Ceará