Blog do Eliomar

Diabetes/Pressão Alta – Só 10% dos pacientes têm tratamento adequado, alerta médico

Para o médico Edmar Fernandes, presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, doenças comuns, como a pressão alta e o diabetes, têm apenas 10% dos pacientes com tratamento adequado, o que acarreta grandes custos para o sistema de saúde.

“Noventa por cento dos casos das principais doenças provocam custos que poderiam ser evitados. E isso envolve as três esferas de poder: federal, estadual e municipal”, apontou o médico, em entrevista ao programa Café com Cléver, na Aldeota.

Edmar Fernnades exemplificou que o custo para quem tem pressão alta, incluindo remédios e exames, alcança cerca de R$ 170,00 aunais. Caso o paciente não receba um tratado adequado, o que pode ocasionar um infarto ou AVC, o custo passaria a ficar em torno de R$ 60 mil, diante da demanda com hospitais, tratamento mais oneroso, incluindo transplante.

Outro exemplo de desperdício de recursos, apontado pelo médico, ocorre nos casos de acidentes de trãnsito. Em tese, esse paciente, que tem custo diário de R$ 5 mil, deveria receber alta em até três dias, depois de passar por exames, submeter-se a cirurgia e ser medicado. Diante da falta de insumos, de acordo ainda com Edmar Fernandes, esse paciente costuma ficar nos corredores da emergência e acaba sendo acometido por infecção hospitalar, o que prorroga a estada no hospital por até dois meses.

“O custo, que deveria ser de R$ 15 mil, passa para até R$ 300 mil, por falta de gestão”, ressaltou Fernandes, que disse ainda que o problema da saúde, mais do que a escassez de recursos, é causado por falta de uma gestão mais profissional.

O Sindicato dos Médicos criou o corredômetro, índice para apontar a quantidade de pacientes que ficam acomodados em macas nos corredores dos hospitais.

“Desde que iniciamos o monitoramento desse indicador, a situação só tem piorado. Hoje, está em 60 o número de macas nos corredores do Hospital Geral de Fortaleza”, observou

Outro índice monitorado pelo Sindicato dos Médicos é devedômetro, para medir os municípios que atrasam o pagamento de profissionais de saúde. Há casos em que o atraso é superior a três meses.

“Essa é a principal causa da falta de médicos nas cidades do interior”, alegou Edmar Fernandes, ao apontar Icó e Acarape como os piores pagadores.

Café com Cléver é um programa no estilo talk show, transmitido ao vivo, direto para as redes sociais, a partir do Café Patriota. Vai ao ar todas as sextas-feiras, sob o comando do jornalista Luciano Cléver.

O outro convidado do Café com Cléver foi o professor Jorge Frota, autor de um ebook, com mais de 2.400 páginas, para quem deseja se submeter ao exame da OAB. Especialista em Direito Tributário, Jorge Frota estudou com profundidade os exames e elaborou um banco de dados de questões. Segundo ele, é um manual que vai facilitar a vida dos candidatos a aprovação do exame da ordem. O download do livro, gratuito, pode ser feito a partir do site www.jorgefrotaprofessor.com.br.

(Foto: Divulgação)