Blog do Eliomar

Segunda Turma do STF torna réus políticos do PP em investigação da Lava-Jato

Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pela abertura de ação penal contra parlamentares da cúpula do Partido Progressista.

Os ministros aceitaram a denúncia de organização criminosa, feita no âmbito da Operação Lava-Jato contra o líder da maioria na Câmara, deputado Agnaldo Ribeiro (PP-PB), os deputados Arthur Lira (PP-AL) e Eduardo da Fonte (PP-PE) e o senador Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional do partido.

Com isso, os quatro políticos se tornam réus e responderão a uma ação penal, sendo que ainda não foram condenados.

Ainda haverá a fase de instrução do processo, depoimentos das testemunhas e colheita de provas. Só após estas etapas ocorre o julgamento.

(Com Agências)