Blog do Eliomar

“A Vida Invisível”, do cearense Karim Aïnouz, representará o Brasil no Oscar

Em mais uma conquista importante para ressaltar a força do cinema cearense, o premiado filme “A Vida Invisível”, do fortalezense Karim Aïnouz, foi a obra escolhida para tentar uma vaga no Oscar de 2020 na categoria de Melhor Filme Internacional. O longa ganhou em maio uma premiação inédita para o cinema brasileiro: o prêmio máximo da mostra Un Certain Regard, segunda mais importante do célebre Festival de Cannes.

A escolha foi feita por comissão composta pelos cineastas Anna Muylaert, David Shürmann, Walter Carvalho e Zelito Viana, a diretora do Festival do Rio Ilda Santiago, o roteirista Mikael de Albuquerque, as produtoras Sara Silveira e Vania Catani e o curador Amir Labaki. Eram 12 os concorrentes à vaga – entre eles, o principal nome junto de “A Vida Invisível” era “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles.

“A Vida Invisível” é inspirado no romance “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, da escritora Martha Batalha, e segue a trajetória de duas irmãs no Rio de Janeiro dos anos 1950. No “melodrama tropical”, temas como família, machismo e feminismo são abordados. Nos papeis principais, estão Carol Duarte e Júlia Stockler, que interpretam as irmãs Eurídice e Guida, além de participação de Fernanda Montenegro.

Em matéria publicada no O POVO em 22 de junho, Karim discorreu sobre o filme, a situação do cinema e a política do País. “A melhor coisa que a gente pode estar, de alguma maneira, é celebrando e é muito importante que a gente pense: o Brasil é Fernanda Montenegro, o Brasil é Elza Soares, o Brasil é Linn da Quebrada”, afirmou na entrevista.

O último filme do País que conseguiu uma indicação ao Oscar na antiga categoria de Melhor Filme Estrangeiro, agora “Melhor Filme Internacional, foi “Central do Brasil”, em 1999. O longa de Walter Salles foi protagonizado por Fernanda, que arrematou uma indicação na categoria de Melhor Atriz pelo papel.

A obra de Karim terá exibição especial em Fortaleza nesta sexta, 30, na abertura do 29º Cine Ceará, no Cineteatro São Luiz. Na região Nordeste, “A Vida Invisível” terá estreia comercial em 19 de setembro, chegando ao resto do País em outubro.

(O POVO – Repórter João Gabriel Tréz/Foto – Divulgação)