O Governo Cid Gomes (PSB) está convencido de que o projeto Acquario Ceará será, sem trocadilhos, um divisor de águas no turismo do Estado. No mérito, a obra tem muitos atributos que podem levá-la a isso, independentemente de questões como financiamento e manutenção. O problema é que o empreendimento em si não garante o sucesso esperado. A área onde deverá ser instalado e o entorno do Acquario estão longe de formarem o cenário ideal para interesse turístico seguro, sustentado e economicamente viável. E o governo, de maneira geral, já mostrou que não tem aptidão para oferecer boas condições de funcionamento de grandes equipamentos. Um ponto leva ao outro. Em outras palavras, sem os cuidados adequados da região da Cidade que irá recebê-lo, o megaprojeto corre o risco de se transformar em grande elefante branco. Mais um.

Vejam o caso do Centro Dragão do Mar. Um belíssimo exemplar na área artística e cultural do Ceará, que não deixa a dever a outros do tipo em grandes centros urbanos do País. Foi construído com a melhor das intenções. Hoje, está morrendo de inanição.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − doze =