Acossado pelo escândalo no Ministério do Trabalho, PDT ameaça deixar o governo

Acossado pelas denúncias de desvio de verbas da ordem de R$ 400 milhões do Pro-Jovem no Ministério do Trabalho e Emprego, o PDT vai reunir, em Brasília, nesta quarta-feira, sua bancada no Congresso.

Hora de debater impactos da Operação Esopo, da Polícia Federal. O objetivo é tentar unificar o discurso da bancada, tendo em vista que boa parte dos parlamentares defende o imediato rompimento com o Governo Dilma Rousseff.

Com a possibilidade de rompimento, o PDT iniciará debate interno sobre apoiamento às candidaturas de Aécio Neves (PSDB) ou Eduardo Campos (PSB), não afastando a hipótese de lançar o senador Cristovam Buarque para presidente em 2014.

(Com Agências)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − três =