Acrísio quer ações permanentes contra assédio sexual dentro do transporte coletivo de Fortaleza

O vereador Acrísio Sena (PT) cobrou das autoridades, durante pronunciamento nesta terça-feira, na Câmara Municipal de Fortaleza, ações permanentes de enfrentamento ao assédio e ao abuso sexual nos transportes coletivos de Fortaleza. “Várias matérias são publicadas sistematicamente na imprensa cearense dando conta que este é um problema que faz parte do cotidiano de mulheres que usam ônibus na capital e é preciso que o poder público aja com urgência e firmeza”, alertou.

O parlamentar citou pesquisa do Datafolha, de setembro de 2016, mostrando que 74% da população de Fortaleza usa principalmente ônibus. Destes, a maioria é composta por mulheres. A ONG ActionAid revela que 86% das mulheres brasileiras foram vítimas de assédio em espaços públicos.

“Precisamos de mecanismos efetivos para coibir e punir este tipo de violência contra o público feminino, por isso, estamos chamando o Sindiônibus, a Delegacia da Mulher, as coordenações de mulheres do Estado e da Prefeitura, Guarda Municipal, Polícia Militar, Ministério Público e OAB. A audiência pública tem de ir além do debate: queremos formatar medidas concretas para combater este absurdo”, complementou Acrísio.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 2 =