AMC começa a multar quem desrespeitar faixa na Avenida Bezerra de Menezes

A partir desta quinta-feira e após um ano e meio de etapa educativa na avenida Bezerra de Menezes, as multas começam a ser aplicadas para os condutores que desrespeitarem as faixas exclusivas para ônibus, vans, táxis e transporte escolar. A punição é de R$ 53,20 e três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Cada sentido da avenida tem quatro pontos com equipamentos de fiscalização eletrônica.

De segunda a sexta-feira, das 5 às 21 horas, e aos sábados, das 5 às 16 horas, os veículos só podem trafegar pelas faixas no espaço entre dois cruzamentos para acessar uma rua transversal ou um estacionamento. A passagem deve ser feita pela linha azul pontilhada. As normas não valem para domingos e feriados.

VAMOS NÓS – E quem vai bancar o prejuízo que sofre o comércio da Avenida Bezerra de Menezes sem condições de estacionamento? Indagam os comerciantes da área. Em vários trechos, o que se vê é ponto comercial fechado.

 

De acordo com Arcelino Lima, vice-presidente da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), as câmeras foram colocadas a uma distância de 300 metros. “É autuado o veículo que passa nas faixas por mais de um ponto consecutivo da fiscalização. A velocidade também deve indicar se o condutor está errado”, explica.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “AMC começa a multar quem desrespeitar faixa na Avenida Bezerra de Menezes

  1. Caro Eliomar,
    O questionamento feito pelos comerciantes é muito justo, mas existe outra solução para o transporte público, pois as pessoas não pensam nas outras só querem que resolva os seus problemas, mas quando se cria um ponto comercial é OBRIGATÓRIO TER UM ESTACIONAMENTO para os seus clientes, daí não se faz esse estacionamento e quer que o poder público resolva o problema criado por eles comerciantes. Devemos buscar sempre alternativas para resolver esse problema, mas acredito que o transporte público deve sempre ter prioridade na via.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − dois =