Assembleia Legislativa quer limitar tempo de debates

O deputado estadual Gony Arruda (PSDB) anunciou, nesta quarta-feira, que a Assembleia Legislativa está adquirindo um equipamento que irá cortar automaticamente o som do microfone dos parlamentares quando o tempo previsto se encerrar (15 minutos é o tempo).

Na condição de primeiro secretário da mesa diretora, informou que a medida se faz necessário para disciplinar os debates. A maioria dos deputados, no entanto, considera a medida censura e abusiva, porque é um direito do Parlamento discutir, até a exaustão, temas polêmicos e do interesse da coletividade. 

DETALHE – A medida foi anunciada logo após um bate-boca de Gony Arruda com o tucano Luiz Pontes;

DETALHE 2 – Pelo visto, a unanimidade que o Governo Cid mantém na Assembleia, está contaminando a mesa diretora já que debate é o mínimo que esses senhores ainda tem como prática parlamentar.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Assembleia Legislativa quer limitar tempo de debates

  1. “Os debates nesta casa estão igual a caldo de bila” do Deputado Luiz Pontes falando no dito bate-boca na Assembléia Legislativa hoje pela manhã.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e não é que o deputado tem razão??!!!!

    Correção: Gony é 1º Vice-Presidente e não 1º secretário, como informado na coluna.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =