Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Google, face e Youtube vêm perdendo credibilidade nos EUA

168 1

Um relatório divulgado pela ONG americana Digital Citizens Alliance indica que Facebook, Google e YouTube vêm perdendo a credibilidade na terra de Donald Trump. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Segundo o estudo “Trouble in Our Digital Midst” (Problemas no Nosso Meio Digital), 64% dos americanos disseram que perderam confiança nessas plataforma digitais ao longo do último ano.

Além disso, 75% dos entrevistados afirmam que Facebook, Google, YouTube e seus concorrentes deveriam se empenhar mais para deixar a internet segura e confiável.

Por fim, o levantamento identificou que 66% dos americanos ouvidos durante a pesquisa acreditam que anúncios de recrutamento de terroristas do Estado Islâmico na internet são uma ameaça à confiança e à integridade da Web.

MPF tenta manter decisão que impede descontos do consignado acima do limite legal

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com recurso para que volte a ter validade a decisão liminar da Justiça Federal no Ceará, que determinou a suspensão dos descontos de parcelas de empréstimos consignados que extrapolem a margem de 35% do valor dos rendimentos de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). O recurso será julgado pela Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), informa a assessoria de imprensa do MPF do Ceará.

Em abril deste ano, o MPF no Ceará propôs ação civil pública perante a 8ª Vara da Justiça Federal naquele estado, para que o INSS e 14 instituições financeiras suspendessem os descontos de parcelas de empréstimos consignados que extrapolassem a margem consignável de benefícios previdenciários ou assistenciais. O limite estabelecido pela Lei nº 10.820/2003 e pela Lei nº 13.172/2015 é de 35% dos rendimentos líquidos. A suspensão proposta, inclusive, seria válida para todo o país.

O pedido do MPF fundamentou-se na informação – fornecida pelo próprio INSS – de que mais de 20 milhões de beneficiários apresentam descontos em folha de pagamento, totalizando uma dívida junto às instituições financeiras que ultrapassa 100 bilhões de reais. Esse dado demonstra o estado de vulnerabilidade em que se encontram milhões de famílias brasileiras e aponta o potencial colapso da economia no país.

Na ação, o MPF alegou que, embora o INSS afirme respeitar esse teto, foram constatadas, em inquérito civil público, diversas situações de beneficiários que estariam com o contracheque quase todo comprometido por empréstimos consignados. Isso só estaria ocorrendo devido ao repasse de informações sigilosas dos beneficiários pelo INSS às instituições financeiras e pela ausência de fiscalização contratual por parte da Previdência.

A ação incluiu um pedido de tutela de urgência, ou seja, uma decisão provisória que concede o pedido feito na ação, antes do seu julgamento. O juiz acatou o pedido e, por meio de uma liminar, ordenou que o INSS suspendesse imediatamente quaisquer descontos referentes a empréstimos consignados acima do limite de 35% do valor da renda mensal. Ele também determinou que as instituições financeiras suspendessem eventuais restrições cadastrais dos titulares de benefícios previdenciários e que suspendessem os débitos decorrentes de inadimplência dos empréstimos tomados acima da margem consignável.

Recursos

O Banco do Brasil recorreu da decisão da Justiça Federal no Ceará, por meio de um agravo de instrumento interposto no TRF5. O relator do caso na Primeira Turma do Tribunal – desembargador federal convocado Leonardo Resende Martins – concedeu efeito suspensivo ao recurso, ou seja, interrompeu a validade da tutela de urgência deferida pelo juiz de primeiro grau enquanto tramita o recurso do banco.

O MPF recorreu da decisão do relator, por meio de um agravo interno, requerendo a reconsideração da decisão, para que seja mantida a liminar concedida no primeiro grau. Caso o relator do processo não acolha o pedido, caberá à Primeira Turma do Tribunal julgar o pedido do Ministério Público Federal.

O desembargador federal alegou que os aposentados e pensionistas, além dos empréstimos consignados, estariam tomando empréstimos por outras vias, em contratos sobre os quais o INSS não teria nenhum controle, já que não estão sujeitos a consignação em folha. Ademais, ainda que o INSS tenha, por equívoco, autorizado consignações superiores ao limite legal, não seria o caso de suspender a cobrança da parcela da dívida acima desse percentual, nem de impedir que o banco credor tomasse as providências necessárias para o recebimento do seu crédito. Afinal, o beneficiário obteve vantagem na obtenção do empréstimo, inclusive com juros mais favoráveis.

Para o MPF, embora não se possa desconsiderar essa vantagem, isso não pode levar cegamente à conclusão de que o beneficiário deve arcar com o pagamento das prestações, ainda que não estejam integralmente submetidas ao regime de consignação. Esse entendimento é contrário ao princípio da dignidade humana, e a intenção de se criar uma margem consignável foi justamente evitar que os beneficiários da Previdência Social sejam privados de recursos básicos para a própria subsistência. Por isso, os descontos que extrapolam os limites legais devem ser eliminados.

O procurador regional da República Francisco Chaves Neto, autor do recurso, argumenta ainda que o risco é todo da instituição financeira que deixou de observar o limite de endividamento do cliente. “Se o banco já sabia que havia antes um empréstimo consignado com desconto em folha, seria o caso simplesmente de não mais permitir a concessão de um crédito que a outra parte não teria como pagar, sem prejuízo à sua capacidade de subsistência”. Para ele, a ação civil pública tem o objetivo de proteger uma massa de beneficiários da Previdência Social, formada, em sua maioria, por idosos. Portanto, o risco da operação deve recair na própria instituição financeira, e não no mutuário, que é parte vulnerável na relação.

PEC que extingue TCM será debatida em audiência pública nesta terça-feira

109 1
Nesta terça-feira, às 14 horas, a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa promoverá uma audiência pública sobre a emenda nº 07/17 que prevê a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).  O debate ocorrerá no Complexo das Comissões do Poder Legislativo.
A audiência pública é uma iniciativa do deputado João Jaime (DEM)., Contou com aval da nova líder do bloco partidário PMDB/PMB/PSD, deputada Dra. Silvana (PMDB).

A PEC, de autoria do deputado Heitor Férrer (PSB), é uma reedição da proposta votada no fim do ano passado na Assembleia. Apesar de aprovada, ela teve seus efeitos suspensos por liminar expedida pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.

A expectativa do relator da matéria, Osmar Baquit, é que a matéria seja votada logo nesta quarta-feira na comissão.

Carmen Lúcia receberá governadores para mediar acordo pró-Transposição

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, vai mediar amanhã uma negociação entre os governadores de Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte com o governo federal para tentar se chegar a um acordo sobre a retomada das obras do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco. A informação é do colunista Lauro Jardim, do O Globo.

Atualmente, existe uma guerra de liminares no STF em torno da obra.

Dono da ideia, o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, pediu ajuda ao presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB), para conseguir o encontro com Cármen. Os quatro governadores foram convidados.

A dúvida é se, na frente de Cármen, os arqui-inimigos Eunício e Camilo vão se conter.

VAMOS NÓS – O próprio Eunício, em vídeo, garantiu que os interesses do Estado vão superar divergências políticas dele com o governador. Aliás, os dois se encontraram em Brasília recentemente.

Que tal mudar o horário do expediente das delegacias?

Com o título “Maior Segurança nos Bairros”, eis artigo do advogado e professor                 Irapuan Diniz de Aguiar. Ele lança uma sugestão para a área policial do Estado: altere o horário do expediente. Confira:

Os registros estatísticos demonstram que a maioria das ocorrências policiais acontece nas noites e madrugadas. A despeito desta constatação vivemos, ainda, sob o sistema de plantões policiais, seja para a lavratura de prisões em flagrante, seja, especialmente, no atendimento à população nas diversas delegacias distritais e especializadas que compõem a estrutura policial.

A delegacia plantonista, nos moldes em que atualmente trabalha, funciona mais como uma repartição de primeiro atendimento porquanto, em regra, limita-se a registrar os fatos que digam respeito aos cometimentos delituosos oficiando, na manhã seguinte, às correspondentes circunscrições policiais ou as especializadas para a instauração dos respectivos inquéritos policiais.

Seria, pois, uma experiência benfazeja para o Estado, inverter a lógica do expediente policial eliminando, com isto, a burocracia hoje reinante ao tempo em que agilizaria as providências pertinentes. O policial, civil ou militar, é um servidor público diferente dos demais, tanto é que são submetidos a regime jurídicos também diferentes, na medida em que as peculiaridades inerentes a função reclamam pronto atendimento visando à preservação da tranqüilidade e paz sociais.

Nesse sentido, em vez de se pensar no acréscimo das delegacias plantonistas ou nos “velhos chavões” usados, especialmente às vésperas dos pleitos eleitorais, da implantação de “Polícia 24 horas”, por que não estabelecer um novo horário de expediente para os policiais, com início às 18 horas e término às 6 horas do dia seguinte? Com a adoção da medida os trabalhadores, ao retornarem às suas residências após a jornada de trabalho, poderiam desfrutar de um descanso relativamente tranquilo junto à família porquanto saberiam que a delegacia distrital de seu bairro estaria funcionando na sua plenitude assim como todo o organismo policial.

No turno diurno – das 6 às 18 horas – a estrutura policial civil trabalharia com um efetivo menor, contando, ademais, com o policiamento ostensivo-preventivo, a cargo da Polícia Militar, que manteria as equipes especiais hoje existentes dentre estas o Batalhão de Choque, Raio e Ronda do Quarteirão. Uma avaliação mais aprofundada sobre a inversão no trabalho seria oportuna.

A superação dos óbices por ventura existentes só acontecerá com a reestruturação sugerida. Ignorância, preguiça e preconceito jamais servirão de base para qualquer avanço social.

Irapuan Aguiar,

Advogado.

Lula lembra o Dia dos Namorados

Em seu Facebook, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva lembrou o Dia dos Namorados. Postou esta foto ao lado de sua falecida Marisa Letícia.

Nesta época, o casal adorava promover festão junino para ministros e parlamentares. Era uma tradição a brincadeira de quadrilhas, sob o ritmo de barracas de comidas e bebidas típicas.

Ainda na postagem, Lula deixou a seguinte frase: “Saudades da eterna namorada. Aproveite seu amor intensamente. Feliz Dia dos Namorados!

(Foto – Ricardo Stuckert)

Mercado financeiro projeto inflação menor para este ano: de 3,90% para 3,71%

O mercado financeiro reduziu a projeção para a inflação e para o crescimento da economia este ano. Segundo o boletim Focus, uma publicação elaborada todas as semanas pelo Banco Central (BC) com base em estimativas de instituições financeiras, a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 3,90% para 3,71% este ano. Para 2018, a estimativa caiu de 4,40% para 4,37%.

A estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todas as riquezas produzidas pelo país, caiu de 0,50% para 0,41% em 2017. Para o próximo ano, a projeção de crescimento da economia passou de 2,40% para 2,30%.

Para as instituições financeiras, a taxa Selic encerrará 2017 e 2018 em 8,5% ao ano. Atualmente, ela está em 10,25% ao ano. A Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e, consequentemente, a inflação.

Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Já quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

A projeção para a cotação do dólar permanece em R$ 3,30 ao final deste ano e em R$ 3,40 no fim de 2018.

(Agência Brasil)

Nem o muro do Colégio dos Bombeiros escapa de virar rampa de lixo

Leitora que se assina com nome de Olamile, manda a seguinte nota, em tom de queixa e alerta:

Caro Eliomar de Lima,

Gostaria de denunciar que na rua José  Pinto do Carmo, que fica por trás  do Colégio  dos Bombeiros (Jacarecanga), colocam lixo ali diariamente. Até urubu fica sobrevoando o local. Do outro lado do muro, ficam os bebedouro dos alunos do estabelecimento.

Conto com seu prestígio  para a solução  do  problema.
Sem mais,
Olamile,
Sua leitora.

Padarias apostam nas festa juninas

As padarias esperam um aumento de 20% nas vendas neste mês de festa junina. Quem avisa é o vice-presidente do Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Ceará, Lauro Martins.

Ele diz que este é um dos melhores períodos de venda para o segmento. “A gente aproveita para fazer reservas e aguardar o outro período bom que é o Natal”, explica. Várias padarias vendem produtos da época e apostam em decoração festiva para atrair a clientela.

Indagado se o setor pensa em reajustar o preço do pão nos próximos meses, Lauro descarta logo, justificando que o trigo, comprado em dólar, estabilizou a tabela.

 

ProUni já está com resultado disponível

O resultado da edição do segundo semestre do Programa Universidade para Todos (ProUni) já está disponível na internet. O prazo para se candidatar a uma bolsa do programa terminou na sexta-feira (9) e, até as 12 horas daquele dia, o sistema registrou mais de 370 mil estudantes inscritos e mais de 720 mil inscrições. O estudante pode selecionar até duas opções de curso, entre as 27.237 disponíveis.

Neste processo seletivo, o ProUni oferta 147.492 bolsas em 1.076 instituições privadas de educação superior em todo o país. O número de bolsas oferecidas é 17% maior do que na segunda edição do programa do ano passado. Do total de bolsas, 67.603 são integrais e 79.889, parciais.

O estudante tem até o dia 19 de junho para procurar a instituição de ensino para a qual foi pré-selecionado a fim de comprovar as informações prestadas na inscrição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, a reprovação do candidato.

Prefeitura recepcionará turistas no aeroporto sob o ritmo do forró

A Secretaria do Turismo de Fortaleza iniciará, a partir desta segunda-feira, um receptivo de boas-vindas aos turistas que desembarcarem pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins. Haverá apresentações juninas e forró pé-de-serra. A ação é uma parceira da Prefeitura, Infraero e iniciativa privada, através da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

As apresentações acontecerão durante este mês de junho, sempre nas segundas, quintas e sextas-feiras, a partir do meio-dia. Além do festejo junino com a Quadrilha Zé Testinha,
acompanhada por trios de forró, haverá distribuição de brindes e material informativo, com mapas e pontos turísticos da capital.

“Será nossas boas vindas à alta estação e já aproveitando o incremento de turistas na cidade durante o feriado de Corpus Christi. Vamos recepcionar os turistas com muita festa. Já temos outras atividades programadas para julho. Estamos otimistas com as pesquisas que apontam Fortaleza como o principal destino do país”, afirma o titular da Setfor, Alexandre Pereira.

(Foto – Paulo MOska)

Donald Trump será processado por receber verbas do Exterior em suas empresas

Os procuradores-gerais de Washington DC e Maryland processarão o presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, nesta segunda-feira (12), alegando que ele violou as cláusulas anticorrupção da Constituição, ao aceitar milhões de dólares de governos estrangeiros em pagamentos para suas empresas, de acordo com matéria publicada nesse domingo (11) pelo jornal The Washington Post. A informação é da Agência EFE.

Os dois procuradores-gerais, ambos democratas, baseiam a exigência nos “milhões em pagamentos e benefícios de governos estrangeiros” que Trump recebeu desde que se mudou para a Casa Branca e levando em conta que ele optou por “conservar a propriedade de suas empresas” após assumir o cargo.

Trump transferiu o controle de seu conglomerado empresarial aos dois filhos, Donald Jr. e Eric, para evitar possíveis conflitos de interesse durante o tempo em que ocupar a presidência.

No entanto, o procurador-geral de DC, Karl A. Racine, e o de Maryland, Brian Frosh, consideram que ele “quebrou muitas promessas de separar o dever público dos negócios privados, incluindo receber atualizações regulares sobre a saúde financeira da empresa”.

Se um juiz federal permite que o caso proceda, explicaram os procuradores ao jornal, um dos primeiros passos seria pedir cópias das declarações fiscais de Trump – que ele se negou a tornar públicas até agora – para conhecer até onde vão seus negócios no exterior.

Essa batalha, segundo eles, acabaria provavelmente no Supremo Tribunal, com os advogados de Trump obrigados a defender, pois as declarações fiscais do presidente devem continuar sendo privadas.

A demanda poderia abrir uma nova frente para Trump, em um momento em que lida com a investigação sobre membro de sua campanha que teria confabulado com o governo russo para interferir nas eleições presidenciais do ano passado.

(Agência Brasil/Foto – Bill Pugliano)

José Pimentel: “Quem ganhou com o julgamento do TSE foi a corrupção e sr. Michel Temer”

185 1

O senador José Pimentel (PT) afirmou, nesta segunda-feira, que quem se saiu bem do julgamento da chapa Dilma-Temer, sexta-feira, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi “a corrupção e o seu Michel Temer”. Lembrado de que a ex-presidente Dilma Rousseff também ganhou com o resultado, pois não teve direitos políticos cassados, o parlamentar preferiu lembrar que ela foi vítima de um “golpe parlamentar”.

Segundo Pimentel, com o resultado do julgamento no TSE, que absolveu Temer, a tendência agora é a crise econômica se agravar no País. “Se nós observarmos as decisões, os inquéritos e o processo político brasileiro, tudo leva a crer que a situação ficará mais crítica. A saída é um novo pacto social por eleições diretas”, apregoou o petista.

Indagado se há clima para eleições diretas, o senador José Pimentel reagiu: “O Brasil tem clima para viver num caos, em que o presidente da República é denunciado no STF, com assessores mais próximos afastados ou presos? Acho que clima pior do que esse é impossível para o Brasil.”

José Pimentel disse que o PT briga por eleições diretas, por considerar essa melhor saída. Perguntado se a entrada do ex-presidente Lula na disputa presidencial de 2018 não seria o maior temor da chamada direita, o senador ironizou: “Quem tem medo dele são aqueles que bateram panelas até ontem e que se diziam moralistas. Esses não aceitam diretas já.”

(Foto – Paulo MOska)

Sisu 2017 – Selecionados na segunda edição têm até terça-feira para se matricular

Os candidatos aprovados na segunda edição de 2017 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm até amanhã (13) para fazer a matrícula nas instituições de ensino. O prazo começou na última sexta-feira (9). A lista dos aprovados está disponível no site do programa.

O candidato selecionado pelo Sisu deve procurar a instituição de ensino em que foi aprovado para verificar o local, horário e procedimentos para a matrícula. O Sisu terá uma única chamada, mas caso não tenha sido selecionado, o estudante pode se inscrever para participar da lista de espera.

A inscrição para a lista de espera está disponível até 19 de junho e a convocação será feita pelas instituições a partir do próximo dia 26. Já os estudantes que queiram fazer transferência de curso precisam buscar informações diretamente nas universidades, uma vez que a regulamentação para esse tipo de procedimento é feita pelas próprias instituições.

O Sisu oferece vagas no ensino superior público com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição foram ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

(Agência Brasil)

Campanha será lançada contra epidemia de chikungunya

O governador Camilo Santana (PT) reunirá, a partir das 9 horas desta segunda-feira, no Centro de Eventos, todos os prefeitos. Na ocasião, lançará uma megacampanha de combate e prevenção às arboviroses, que são doenças transmitidas por picada de insetos.

A ordem, especificamente, é reforçar ações conjuntas – governo, prefeituras, entidades da sociedade civil, igrejas e imprensa, contra o Aedes aegypti, transmissor da zika, dengue e chikungunya, está última causando muita preocupação em razão de suas graves sequelas.

Virá uma campanha com um incentivo a mais: o governo vai ratear R$ 10 milhões entre prefeituras que reduzirem índices.

ProUni – Resultado sai nesta segunda-feira

Sai hoje (12) o resultado da edição do segundo semestre do Programa Universidade para Todos (ProUni). O prazo para se candidatar a uma bolsa do programa terminou na sexta-feira (9) e, até as 12 h daquele dia, o sistema registrou mais de 370 mil estudantes inscritos e mais de 720 mil inscrições – pois o estudante pode selecionar até duas opções de curso, entre os 27.237 disponíveis.

O resultado estará disponível na página do programa na internet. Neste processo seletivo, o ProUni oferta 147.492 bolsas em 1.076 instituições privadas de educação superior em todo o país. O número de bolsas oferecidas é 17% maior do que na segunda edição do programa do ano passado. Do total de bolsas, 67.603 são integrais e 79.889, parciais.

O estudante tem até o dia 19 de junho para procurar a instituição de ensino para a qual foi pré-selecionado a fim de comprovar as informações prestadas na inscrição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, a reprovação do candidato.

O ProUni é voltado a alunos da rede pública ou bolsistas integrais da rede particular. Para participar, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016, ter obtido o mínimo de 450 pontos na média das notas e não ter zerado a redação. Também estão incluídas as pessoas com deficiência e professores da educação básica em escolas públicas que compõem o quadro de pessoal permanente da instituição.

O processo seletivo será constituído de duas chamadas sucessivas, sendo que a primeira ocorre hoje e a segunda está prevista para 26 de junho. Na segunda chamada, a comprovação das informações deverá ser feita de 26 a 30 de junho.

Para participar da lista de espera, o estudante deverá manifestar seu interesse na página do programa, entre 7 e 10 de julho. A lista estará disponível no sistema, para consulta pelas instituições de educação superior, no dia 13 de julho. Nesse caso, o candidato deverá comparecer à instituição e entregar a documentação no período de 17 a 18 de julho.

(Agência Brasil)

Deputado articula a CPI da Abin

O deputado federal  Alessandro Molon (Rede-RJ) já articula com parlamentares a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar suposto uso da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) pelo presidente Michel Temer. De acordo com o esboço do requerimento produzido pela equipe de Molon, o pedido para a CPI na Câmara dos Deputados quer apurar denúncias sobre suposto uso da Abin e outras instituições por Temer no mandato entre 2016 e 2017 para “para investigar e constranger ministro do Supremo Tribunal Federal e o Procurador-Geral da República, de maneira a obstruir as investigações da Justiça sobre crimes praticados pelo senhor presidente da República”.

O suposto uso da Abin por Temer é tema de reportagem da revista Veja publicada no último fim de semana. Segundo a publicação, o ministro do Supremo, Edson Fachin – relator do inquérito contra o presidente Michel Temer – estaria sendo monitorado pela Abin a pedido do Palácio do Planalto.

O Palácio do Planalto emitiu nota à imprensa negando a versão da publicada na revista. “O presidente Michel Temer jamais ‘acionou’ a Abin para investigar a vida do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin.”

O requerimento de Molon cita que a CPI teria 31 membros para investigar, no prazo de até 120 dias, prorrogável por sessenta dias. “A denúncia é gravíssima e revela, mais uma vez, que o presidente Temer está disposto a qualquer medida, mesmo que ilegal, para se proteger da Lava Jato. Temer não está preocupado com as necessidades do país, mas, sim, em usar o cargo para se proteger da investigação contra seus crimes”, afirmou Molon.

(Agência Estado)

Vem aí o Parque das Águas do Ceará

Da Coluna Vertical, no O POVO desta segunda-feira (12):

Com o Parque do Cocó regulamentado, eis que o governo estadual decidiu criar mais um equipamento do gênero. Segundo o secretário dos Recursos Hídricos do Estado, Francisco Teixeira, chegou a vez do Parque das Águas. O projeto será tocado por essa pasta em parceria com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, congregando as vinculadas Cogerh (SRH) e Semace (Sema).

Toda a área no entorno do Sistema Pacoti-Riachão-Gavião, que responde pelo abastecimento d’água da Grande Fortaleza, será preservada e transformada nesse parque.

“Nós não teremos nenhum tipo de problema como desapropriação, porque os terrenos são todos do Estado”, explica Teixeira, garantindo que a efetivação do equipamento não demoraria tanto como demorou o Cocó. Os estudos acerca de área e aproveitamento serão tocados por essas duas secretarias.